Notícias Adventistas

Jovens adventistas revitalizam escola pública

Com desenhos e pinturas lúdicas e chamativas, o Projeto "Cores do Amor" deu vida ao ambiente escolar de 350 crianças

Por Renata Paes 14 de junho de 2019

Jovens pintam centopeia em chão de escola municipal (Foto: Divulgação)

Cerca de 40 jovens se uniram para transformar a realidade da comunidade onde moram. Eles decidiram trazer cor e vida as paredes descascadas e pinturas apagadas da Escola Municipal de Educação Infantil Profª Maria Luiza de Souza, localizada no bairro São Jorge, em Uberlândia, Minas Gerais. A ação faz parte do Projeto “Cores do Amor”, que é promovido pelos jovens da Igreja Adventista de São Gabriel.

Os voluntários perceberam que os recursos públicos direcionadas as escolas infantis do bairro supriam as necessidades mais urgentes e que, por vezes, as pinturas no chão e nas paredes, com desenhos lúdicos para as crianças, não passavam por restauração. Consequentemente, o ambiente escolar se tornava menos atrativo para os 350 alunos.

Inclusão social teve espaço nas pinturas das paredes. (Foto: Divulgação)

Com cores vibrantes, eles pintaram as paredes a partir de desenhos de crianças brincando de pipa e ao ar livre, assim como uma menina cadeirante se divertindo com os amigos, forma essa de incentivar a inclusão social.

Entre os trabalhos realizados, os voluntários desenharam e pintaram uma “amarelinha’’ e uma “centopeia’’, para que os pequenos se exercitem fisicamente ao pular nos quadrados,  aprendam a contar os números e ainda a falar as letras na ordem alfabética.

A pedagoga Poliana da Silva Ramos ressalta que essas atividades reforçam a criatividade e o processo de ensino-aprendizagem dos alunos. “Quando está tudo colorido, eles aprendem muito mais. Eles pulam, falam as letras e os números. As crianças até me chamam para dizer a letra que aprenderam”.

Sábado também é dia de fazer o bem

Faz um mês que o projeto se iniciou e num sábado, com o restante das ações no domingo. O responsável, Adriano Barbosa dos Santos, 32 anos, conta que esta foi a oportunidade de mostrar para a comunidade que o sábado é dia de ajudar ao próximo.

“As pessoas tinham outra visão sobre nós, adventistas. Achavam que não podíamos fazer nada aos sábados, por isso escolhemos iniciar o projeto em um dia letivo para eles. Com isso, tivemos a oportunidade de pregar o evangelho para os pais que estavam na escola. As demais ações foram no domingo”, diz ele.

Isaac Carvalho com os demais jovens do projeto. (Foto: Divulgação)

A revitalização das pinturas em toda a escola foi entregue no último domingo (9). O empresário, Isaac Carvalho de Souza, 29 anos, fez os desenhos no chão e nas paredes. Para ele, participar do projeto foi uma das maneiras que encontrou de pregar o evangelho sem usar as palavras.

“Ver as crianças felizes ao pular a amarelinha me deixa muito feliz. Quando a gente fala sobre o evangelho, não é só pregação com palavras, mas também são atos.  Ao fazermos isso, alcançamos tanto as crianças quanto os pais”, reforça.

A diarista Cleide Cristina de Souza Paulino, 45 anos, quis fazer parte da ação para contribuir com a comunidade que vive. “Me senti útil como igreja ao ajudar a sociedade. Deus nos deixou aqui para ajudar o nosso próximo”, destaca ela.

O Projeto “Cores do Amor” surgiu da necessidade que os jovens têm de ajudar o próximo e ao mesmo tempo se tornarem relevantes no local em que vivem. O Projeto continuará a atuar em outras escolas do bairro.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox