Notícias Adventistas

Jovens catarinenses distribuem marmitas durante pandemia

Ação aconteceu no último sábado e alcançou pessoas em vulnerabilidade social.

Por Daniel Gonçalves, com colaboração de Jônatas de Souza Goulart 4 de junho de 2020

Adventistas tomaram as devidas ações de segurança para elaboração e distribuição das marmitas. (Foto: Arquivo pessoal)

A ajuda aos necessitados ocupa o topo das prioridades dos jovens adventistas na serra catarinense. Em tempos de pandemia, essa mobilização se tornou mais frequente. Foi o que aconteceu na noite de sábado, 30 de maio, quando 17 jovens da Igreja Adventista Central de Lages, respeitando regras de segurança, estiveram no abrigo provisório para moradores de rua. O local é administrado pela Prefeitura e tem por finalidade acolher pessoas em situação vulnerável nas épocas de frio extremo.

Leia também:

Os jovens adventistas distribuíram 33 marmitas, num momento marcado por cânticos e orações. Também foram feitas leituras bíblicas num breve devocional. Em cada olhar, era evidente o senso de gratidão e realização. “São poucos os que mostram interesse por estas pessoas à margem da sociedade. Para nós, é sempre gratificante compartilhar com o próximo um pouco das bênçãos de Deus”, conta a líder jovem Marian Barbosa. Ela considera esse tipo de ação como uma oportunidade de dividir o amor e uma oportunidade de levar esperança para aqueles que se sentem abandonados. “Servir ao próximo é servir a Cristo”, resume.

Na avaliação do pastor distrital Filipe Canarin, a ação merece elogios: “Nosso reconhecimento a estes jovens que, doando a si próprios, se ocuparam em levar um jantar e uma mensagem de esperança aos moradores de rua neste sábado à noite. Louvado seja Deus pela atitude!”, destaca.

Enquanto isso, no salão comunitário do bairro Bela Vista, em Lages, também na noite de sábado, acontecia a distribuição de 200 marmitas para famílias que foram previamente cadastradas durante a semana. “Para evitar aglomerações no local, a gente visitou e distribuiu senhas para as famílias da região durante a semana. Eles vinham e retiravam o alimento para consumir em casa”, explica a líder jovem Grasielle Oliveira.

Desenvolvida pela Ação Social Adventista (ASA) da Igreja Adventista de Santa Helena, esta foi a segunda ação do gênero. “Começamos a mobilização no início de maio”, explica Grasielle. Além da marmita, as famílias receberam o livro A Maior Esperança e materiais de orientação sobre o combate ao novo coronavírus.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox