Notícias Adventistas

Iniciativa de fiéis leva ajuda continua a lares de acolhimento e moradores de rua

Simpatizantes da igreja adventista também aderiram ao projeto e participam das ações. O "Ministério Mãos que Acolhem" mantém as portas abertas para quem quiser participar das atividades sociais.

18 de maio de 2016
IMG_1594

Grupo também faz a arrecadação de donativos, como alimentos, roupas, cobertor, e itens de higiene pessoal.

Novo Hamburgo, RS… [ASN] Há 2 anos, voluntários da igreja adventista central de Novo Hamburgo criaram o projeto chamado “Ministério Mãos que Acolhem”, que busca levar solidariedade ao próximo. Desde agosto de 2015, eles tem atendido semanalmente aos moradores de rua da cidade com distribuição de alimentos e agasalhos. Grupo também faz visitas a dois lares infantis e um lar de idosos.

A distribuição de alimentos aos moradores de rua ocorre nos domingos à noite na Praça das Pombas, no centro da cidade. Nas quartas-feiras após o culto, o grupo faz outra atividade, chamada de “Ronda mãos que acolhem”, que consiste na entrega de chás, cobertores e roupa quente aos moradores de rua.

As visitas ao lar de idosos e lares infantis, ocorrem todos os sábados à tarde. Além de meditações bíblicas, cada visita também é acompanhada de muito louvor e atividades de interação. Trabalho que Sharon Laborido, uma das organizadoras do projeto, desenvolve com prazer. “É gratificante ver o sorriso no rosto daqueles a quem atendemos, pois, em sua maioria, são pessoas segregadas e que, através desse trabalho, entendem e conseguem tomar posse da realidade de que são amadas e são a ‘coisa mais linda que Jesus tem na vida’”, conta.

No último domingo (15), além de promover o jantar tradicional com (lentilha, arroz, salada, pães, sucos e frutas) aos moradores de rua, também foram distribuídos os livros “Esperança Viva”,como parte do programa Impacto Esperança que ocorreu em todo território sul-americano no último final de semana.

A iniciativa teve início no ano de 2014 com três garotas que visitaram um lar infantil e perceberam que poderiam fazer mais pelo próximo. Hoje, é um grande grupo envolvido no projeto, cerca de 40 pessoas. No próximo dia 22, ainda haverá a implementação do projeto “Contação de Histórias” no lar de idosos, com o livro História da Redenção. [Equipe ASN, Andréia Silva]

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox