Notícias Adventistas

Igreja promove frentes de ação para levar solidariedade a quem precisa

Iniciativas buscam suprir necessidades de famílias afetadas pela pandemia e contam com ações que fortalecem a união de membros adventistas.

Por Vanessa Moraes 16 de abril de 2020

A crise econômica provocada pela pandemia do Covid-19 pintou cenários preocupantes na vida financeira dos brasileiros. De acordo com um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), 12,6 milhões de pessoas poderão ficar desempregadas em consequência da pandemia, elevando a taxa atual de desemprego de 11,6% para 23,8%.

Os pesquisadores também apontam que os brasileiros que continuam empregados podem sofrer uma redução de até 15% na renda mensal, e o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano pode apresentar uma queda de até 7%. Esses prejuízos podem ser combatidos com programas de incentivo do governo, mas não em sua totalidade.

Com isso, famílias que ficaram desamparadas devido à pandemia somam-se a outras que antes já dependiam da ajuda de terceiros para sobreviver. Diante dessa realidade, a Igreja Adventista do Sétimo Dia em toda a América do Sul intensificou as frentes de ação que já realizava para auxiliar os necessitados, a fim de suprir a atual demanda.

Doação de Sangue

Tomando todas as medidas de prevenção contra a disseminação do novo coronavírus, nas regiões leste e norte de São Paulo, capital, a Igreja Adventista realizou diferentes iniciativas para auxiliar o máximo possível de pessoas. Uma das ações que já era praticada e tomou maiores proporções foi a doação de sangue.

Diversos hemocentros atingiram um nível crítico no estoque de sangue neste período. Ao ler essa informação no jornal, Lucília Oliveira, líder de jovens da Igreja Adventista de Vila Ema, na zona leste paulista, decidiu agir. Ela convidou os jovens de sua igreja para participar de uma campanha de doação de sangue e no início deste mês a boa ação ocorreu por meio de um grupo de 15 jovens. Após a coleta de sangue, os jovens distribuíram 30 exemplares do livro missionário “A Maior Esperança”. “Se você pode ajudar alguém hoje, faça-o. Se temos condições, disposição e saúde, temos que fazer algo por alguém”, diz Lucília.

Pastor Sidnei Guimarães acompanhou o grupo de jovens na doação de sangue. Todos participaram da ação seguindo as recomendações de proteção contra o coronavírus (Foto: Arquivo Pessoal).

Confecção de máscaras

Nos últimos dias, a administração pública de várias cidades e estados brasileiros determinou como obrigatório o uso de máscaras para quem circula em ambientes públicos. Com isso, cresceu o número de pessoas que precisam do material, mas há escassez dele em farmácias e outros pontos de venda. Para amenizar o problema no leste e norte da capital paulista, a Ação Solidária Adventista (ASA) criou a campanha “Eu te protejo, você me protege”, como forma de incentivo no uso das máscaras. Ao mesmo tempo, a iniciativa motiva a confecção caseira e solidária do material, na intenção de que o mesmo seja distribuído gratuitamente nas comunidades.

Máscaras de tecido produzidas por voluntários adventistas serão distribuídas gratuitamente (Foto: Arquivo Pessoal).

Líderes locais da ASA da Igreja do Jardim Nélia, no leste paulista, aderiram à campanha e nesta semana já produziram dezenas de máscaras de tecido que serão doadas aos moradores da região. “Para derrotar o coronavírus é necessário muito mais do que medidas governamentais. Depende também da minha e da sua postura diante dessa pandemia. Precisamos conscientizar a população sobre o dever de proteger um ao outro, esse é o objetivo da campanha ‘Eu te protejo, você me protege’”, afirma o pastor Jair Miranda, líder de ASA para as regiões leste e norte da capital paulista.

Distribuição de alimentos e drive-thru de oração

Uma das iniciativas mais praticadas pela Igreja Adventista neste território é a arrecadação e distribuição de alimentos para famílias carentes. As campanhas contam com todo tipo de criatividade: drive-thru de oração, Mutirão de Páscoa, entre outras ações.

No distrito de Chabilândia, por exemplo, no leste paulista, a ASA entrou em ação mais uma vez e contou com a ajuda dos membros de cinco templos para arrecadar quase uma tonelada de alimentos no Mutirão de Páscoa, além de dezenas de peças de roupas e calçados. Os produtos vão compor cestas básicas que saciarão a fome de muitas famílias da região. E por falar em fome, na última semana um pequeno grupo de membros da Igreja de Vila Ema, devidamente protegidos, saíram para entregar marmitas, água, suco, livros, orações e conselhos a pessoas em situação de rua.

Juntos, membros de cinco templos adventistas arrecadaram mais de uma tonelada de alimentos no último sábado, 11 (Foto: Arquivo Pessoal).

As mulheres que vivem nas ruas próximas ao Metrô Santana, zona norte de São Paulo, também foram atendidas pelo Ministério da Mulher e os jovens do projeto Geração 148 da Igreja Adventista de Vila Nova Cachoeirinha. Cerca de 50 mulheres receberam um kit com itens de higiene. Rosemary Panfieti, líder do Ministério da Mulher e uma das idealizadoras da ação, conta reuniu as mulheres de sua igreja num grupo de WhatsApp, lançou a ideia e obteve as arrecadações. “Montamos os kits com creme dental, sabonete, escova de dente, lenços umedecidos, absorventes, pente e desodorantes”, enumera.

Cerca de 50 mulheres em situação de rua ganharam kits de higiene pessoal (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo Rosemary, a intenção da ação é criar vínculo com as mulheres beneficiadas, para atendê-las de forma sistemática, algo que já está acontecendo. “Essas pessoas precisam saber que nos preocupamos com elas. Isso nos ensina a agradecer a Deus por todas as bênçãos que Ele nos concede. E devemos, sim, ser bênção, ainda que pareça pouco, na vida de outras pessoas”, declara.

Já na Igreja Adventista do Jardim Brasil, região norte paulista, uma pequena equipe recolheu alimentos não perecíveis e itens de higiene nas casas dos membros. De acordo com uma das participantes da ação, Cristiane Araújo, uma parte da equipe arrecadou os produtos enquanto outra parte captou dados de pessoas com necessidades emergenciais. No total, mais de uma tonelada de alimentos foram arrecadados. “Pregar com a ação é muito mais profundo e renovador. Reaviva a esperança da verdade e da salvação dentro de nós e do nosso próximo. A compaixão de Cristo por nós transforma o coração dos doadores e receptores. É animador fazer a boa e perfeita vontade de Deus”, menciona Cristiane.

Membros da Igreja Adventista do Jardim Brasil fizeram o cadastro de pessoas em situação de emergência para receber doações de cestas básicas e produtos de higiene (Foto: Arquivo Pessoal).

Educação Adventista

Desde segunda-feira, 13, os alunos das oito unidades escolares administradas pela Associação Paulista Leste (APL) estão de férias devido às consequências da pandemia de coronavírus. Até então, desde que o distanciamento social se tornou uma obrigação, os estudantes receberam aulas virtuais para não prejudicar o desenvolvimento acadêmico. Mas alguns dias antes das férias, eles receberam uma surpresa. As escolas compuseram um itinerário e passaram na casa de cada aluno para entregar um kit de Páscoa por ocasião da Semana Santa 2020, Amor Escrito com Sangue. A iniciativa foi elogiada pelos pais e pelos próprios alunos nas redes sociais.

Espiritualidade

Nas condições atuais, a internet tem sido a principal ferramenta para o ensino acadêmico, trabalho, informação, entretenimento, lazer e contato social. Desta forma, cresceu o número de reuniões virtuais e transmissões pelas redes sociais. Na Igreja Adventista, os líderes criaram formas de continuar alimentando os membros por meio de mensagens bíblicas em vídeo, texto ou áudio que chegam ao público-alvo através do WhatsApp, Facebook, Instagram e outros canais.

Web rádio – Uma iniciativa dos adventistas neste território foi a criação de uma web rádio que transmite conteúdos bíblicos 24 horas por dia. O site já possui mais de 2.600 visitas e transmite músicas, sermões e mensagens de esperança.

Transmissões – Aos domingos (19h30), quartas-feiras (19h45) e sábados (9h30), a Associação Paulista Leste (APL) transmite cultos de adoração ao vivo ou forma de estreia através do Facebook e YouTube. A iniciativa teve a primeira live transmitida em 18 de março e, desde então, não parou. Os membros que acompanham as transmissões fazem pedidos de oração e agradecimentos e recebem mensagens de conforto. Os pastores distritais também produzem suas próprias lives com cultos de adoração, a fim de que os membros acompanhem como fariam se estivessem na igreja física.

Visitas Pastorais – Já as visitas pastorais apenas mudaram o formato. Em vez de acontecer presencialmente, os pastores agendam horários com os membros e através de videochamadas por aplicativos conseguem levar alento e esperança aos fiéis, preocupando-se com o bem-estar de cada um deles.

Reuniões virtuais – Embora não possam se reunir pessoalmente com os líderes dos templos, os pastores distritais promovem constantes reuniões por aplicativos, a fim de manter a união da liderança e o bom andamento das igrejas, que agora funcionam nos lares.

Classes Bíblicas – As Classes Bíblicas virtuais também já começaram os preparativos para acontecer. Membros e interessados em ensinar a Bíblia estão recebendo orientações para estudarem à distância com amigos e pessoas que desejam se aprofundar no conhecimento bíblico.

Ajuda psicológica – Quem precisa de ajuda psicológica também já pode contar com um projeto de atendimento on-line denominado “Ouvido Amigo”, uma iniciativa da Igreja Adventista no Estado de São Paulo que conta com cerca de 100 psicólogos voluntários.

Confira mais imagens das ações:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox