Notícias Adventistas

GYD 2018 é celebrado com ações sociais por todo o Mato Grosso do Sul

Por todo o estado mais de 7 mil jovens adventistas estiveram envolvidos em ações de relevância à sociedade

Campo Grande, MS … [ASN] O último sábado, 17 de março, marcou o Dia Mundial do Jovem Adventista, momento em que milhares de pessoas saíram às ruas em todo o mundo, com ações sociais elaboradas pensando no próximo.

Aqui no Mato Grosso do Sul, 7 mil jovens adventistas (entre 16 e 35 anos), membros das mais de 270 igrejas do campo estiveram envolvidos desde a sexta-feira (16) e a madrugada do dia 17, para garantir que a voz da juventude cristã fosse ouvida em uma mensagem clara de amor altruísta. “Nós começamos a preparar a ação que faríamos para celebrar a data, uma semana antes. E na madrugada do dia 17 entregamos mais de 100 kits de lanches, além de 500 folhetos evangelísticos e livros missionários a moradores em situação de rua que vivem nas imediações da antiga rodoviária da capital, uma parte bem crítica da cidade”, conta Ana Cláudia, membro da Igreja Adventista do bairro Silvia Regina, região oeste da cidade.

Para Ana, o que mais a impressionou foi o reconhecimento dos moradores de rua que, pouco a pouco, espalhavam entre si a notícia de que os adventistas estavam ali oferecendo uma espécie de café da manhã, sem que nenhum jovem sequer se identificasse sob a denominação da igreja. “O mais interessante foi que quando chegamos, com o dia ainda amanhecendo e o céu escuro, eles se aglomeraram em volta e entendemos essa carência que eles têm de alguém que os ouça, de pessoas que façam algo nesse sentido e o alimento é algo vital. Mas, sem que a gente se identificasse como membros de alguma igreja, um dos moradores gritou para um grupo do outro lado da rodoviária, dizendo: ‘olha, os adventistas trouxeram comida pra gente!’. Isso me impressionou muito!”, lembra.

À frente da liderança jovem da igreja adventista do bairro Santo Amaro há cinco anos, o administrador Leandro Paiva foi um dos responsáveis pela mobilização que levou aproximadamente 50 jovens ao Hemocentro da capital para doar sangue na manhã de celebrações. “Acredito que o lema dos jovens é servir ao nosso semelhante, por isso, iniciamos o dia ainda de madrugada com a distribuição dos kits de alimento e, durante a manhã, doamos sangue, pois estamos aqui para servir e mostrar que essa é a verdadeira missão do jovem adventista”, pontua o líder.

Leia também: Jovens Adventistas levam mais saúde a moradores de Aquidauana (MS)

Para João Victor Santana, envolvido no projeto de doação de sangue e líder jovem responsável pela ação de distribuição de alimentos, celebrar o Dia Mundial do Jovem Adventista só faz sentido se for dessa forma, doando um pouco de si ao próximo. “Entendo que o principal objetivo do dia 17 de março é esse: que a gente se doe ao outro. E durante essa madrugada senti algo incrível, porque fizemos tão pouco, mas recebíamos sorrisos em troca e isso era maravilhoso, pois as pessoas precisam desse amor. Acredito que ações como essas nos marcam e é através disso que conseguimos levar um pouco do amor de Jesus às pessoas lá fora”, enfatiza o jovem, membro da igreja adventista do bairro Silvia Regina.

Em outro ponto da cidade, jovens da igreja adventista Central de Campo Grande mobilizaram-se na primeira edição do “Jantar do Bem”, onde 60 refeições foram servidas a moradores em situação de rua em uma das praças do centro da capital. A iniciativa marcou a celebração jovem, mas deve acontecer pontualmente todo terceiro sábado de cada mês. Para a participante da ação, a jovem Suellem Gomes, envolver-se em um projeto com esse objetivo e em uma data tão importante é colocar em prática os ensinos de Jesus. “Participar da ação foi muito gratificante e importante para tentar entender e, acima de tudo, conhecer um pouco sobre essas pessoas, que acabam se tornando invisíveis em nossa sociedade. Fez a diferença na minha vida como cristã porque guardei a minha dor e os meus problemas ‘no bolso’ e fui atender a dor do próximo”, acredita.

Por todo o Mato Grosso do Sul jovens adventistas estiveram envolvidos em ações de relevância à sociedade. Em Corumbá, região Oeste do estado, a juventude entregou cachorro-quente e água a 40 moradores de rua e organizou um ‘varal solidário’, com doações de peças de roupas a pessoas carentes da cidade. Já em Aquidauana, 50 jovens adventistas organizaram uma feira de saúde e ofereceram serviços como teste de glicemia, aferição da pressão arterial, orientação de saúde para crianças e adultos, além de cortes de cabelo, distribuição de roupa e água.

Jovens da igreja adventista do Tiradentes, região leste da capital, visitaram famílias carentes em um dos bairros mais pobres da cidade, o Jardim Noroeste. “Distribuímos kits com doces e frutas e oramos com as pessoas daquela comunidade”, lembra o líder jovem, Felipe Ribeiro.

Em Campo Grande, ao receber uma marmita com um arroz carreteiro preparado pelos jovens adventistas, segundo a organização da ação um morador de rua emocionou-se ao relatar “naquele dia havia orado a Deus para comer uma refeição com carne, ‘luxo’ que há muito eu não experimentava”. Para a liderança jovem responsável pela distribuição das marmitas na região central da cidade, como adventistas o grupo apoia e indica a dieta vegetariana, entretanto, “entendemos que podemos sim alimentar quem tanto precisa com algo que lhe é familiar e mais simples”. [Equipe ASN, Rebeca Silvestrin/Fotos: Cleiton Prado/Colaboração]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox