Notícias Adventistas

Gincana e corrida solidária marcam Natal em Jales

A campanha Mutirão de Natal arrecadou mais de 13 toneladas entre alimentos e doações em dinheiro.

Por Colaboradora local - Emily Karla Sanches 20 de dezembro de 2019

A Igreja Adventista de Jales usou uma estratégia diferente na organização do Mutirão de Natal 2019 realizado de 9 de novembro a 14 de dezembro. Os membros da igreja foram divididos em quatro equipes, cujas metas incluíam arrecadar no mínimo 250 kg de alimentos, além de roupas, calçados e brinquedos a cada semana. Além disso, as equipes deveriam se confraternizar, participar ativamente e convidar amigos para as programações dos cultos jovens que aconteceram nesse período.

A campanha arrecadou 13.110 quilos entre alimentos e doações em dinheiro. O objetivo da campanha foi beneficiar várias instituições, por isso a distribuição será: 1 mil quilos para a Santa Casa de Misericórdia, 1 mil quilos para o AVCC (Associação de Voluntários do Combate ao Câncer), 1 mil quilos para o Fundo Social de Solidariedade, 244 quilos para o Lar dos Velhinhos, 195 quilos para a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), 195 quilos para o CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e 3 mil quilos para a ASA (Ação Solidária Adventista) de Jales. O restante será distribuído mensalmente em 2020 de fevereiro a dezembro, “até porque o necessitado não tem fome só no natal” como afirmou várias vezes durante a campanha, o organizador pastor Naor Rossi.

“Quando fomos chamados a fazer esse trabalho acreditava que seria um desafio e que enfrentaria muitas dificuldades, mas estava enganada. Aprendi muito durante esses dias e gostaria de agradecer a cada amigo, colega e mesmo aqueles que nunca tinha visto, mas que ajudaram”, destaca Maria Pereira Thiago. O encerramento da arrecadação aconteceu em 15 de dezembro na praça central da Cidade, local que também foi o marco de largada e chegada da Primeira Corrida e Caminhada do Mutirão de Natal. O evento teve o percurso de 5 km com escolta da Polícia Militar do Estado de São Paulo e do SAMU da Cidade.

A apresentação do evento foi feita pelo pastor da região de Jales, Naor Rossi, e pelo pastor Marivaldo Fabrício, representante dos departamentos Ministério Pessoal, Escola Sabatina e Ação Solidária da APO (Associação Paulista Oeste).

Dentre os atletas profissionais que participaram da corrida, 15 fazem parte da ASA (Associação Santafessulense de Atletismo), também participaram corredores amadores e simpatizantes desta ação solidária de Jales e região. A inscrição tinha o valor simbólico de R$ 10,00 ou 3 litros de leite que também foram doados às instituições. A premiação dos participantes da Corrida nas categorias masculina e feminina deu-se por troféus e medalhas conforme a chegada.

Na categoria masculina, o primeiro e terceiro colocados foram, respectivamente, Vanderlei Macedo e seu irmão Reginaldo Macedo, da cidade de Auriflama o segundo colocado foi Luís Fernando Garafalo, vindo de Santa Fé do Sul. Na categoria feminina a primeira colocada foi Suelen Diona Onidene e o terceiro lugar foi conquistado por Claudiane Caires Cassuci Parra, ambas de Jales, a segunda posição ficou com Helena Maria de Jesus, de Santa Fé do Sul.

Também foram premiados o participante mais velho e o mais jovem a completar a Corrida. Vindo de Fernandópolis, o senhor Dionísio Rodrigues dos Santos, de 82 anos, e de Jales o jovem Eric Arthur de Almeida Santos, de 13 anos, foram os premiados. Eric garante que gostou muito de participar e que pretende se preparar durante o ano para completar a próxima corrida com mais facilidade.

Dionísio conta que um dos segredos para ter bom preparo físico é manter um estilo de vida com alimentação o mais natural e integral possível, entre seus hábitos alimentares está o consumo de muitas frutas, ovos e ocasionalmente peixe, restrição de carne vermelha, frango, leite e seus derivados, açúcar branco, refrigerantes, café e cevada. Ele afirmou ter se sentido muito feliz e valorizado por participar da Primeira Corrida Solidária. “Estava há 12 anos sem correr, depois de passar por uma cirurgia de hérnia precisei fazer repouso, mas não deixei de fazer minhas caminhadas”, garante.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox