Notícias Adventistas

Funcionários de escritório adventista reformam abrigo no sul do ES

Este é o segundo ano consecutivo que os funcionários participaram dessa parceria com os abrigos

Por Emilly Martins Veiga 13 de dezembro de 2018

Crianças de 7 a 12 anos que vivem num abrigo de Cariacica (ES) vão ter um Natal mais alegre. É que a casa onde eles moram agora está com um novo visual. Tudo foi preparado por um grupo de servidores do escritório da Igreja Adventista no sul do Espírito Santo (Associação Sul Espírito Santense).

A ideia surgiu quando o líder da Ação Solidária Adventista para a região, o pastor Fernando Júnior, visitou o abrigo e percebeu que as paredes estavam em situação precária. A partir daí, a equipe se mobilizou para pintar e reformar o local.
No domingo, 25 de novembro, os servidores foram ao abrigo para pintar as paredes, realizar reparos, limpar a área externa e realocar os móveis para que o ambiente se tornasse mais agradável para as crianças. “Foi um momento muito interessante que uniu o grupo do nosso escritório e ainda proporcionou a essas crianças um novo ambiente especial”, afirma o pastor Fernando Júnior.

A secretáriaLívia Cruz foi uma das servidoras que aceitou participar do desafio. “Foi maravilhoso, para mim. Tive uma experiência muito diferente, pois eu nunca havia pintado e o prazer foi imenso! Amo ajudar e me envolver nestas ações. É muito bom saber que fiz várias crianças mais felizes com um simples gesto, que foi feito com amor, de coração!”, exclama Lívia.

Além de se envolverem na reforma do abrigo, os servidores também apadrinharam as crianças com presentes.

Tarde de lazer

Na tarde da última quarta-feira (12), as crianças foram até o escritório onde os servidores trabalham e tiveram uma tarde diferente com pula-pula, brinquedos infláveis e lanches.

As adolescentes receberam um tratamento fácil feito pelas secretárias do escritório

Cláudia Brandão é a coordenadora de projetos da ADRA e explicou como foi para as crianças participar desse dia. “As crianças já sabiam desse evento. Eles estavam aguardando, ficavam perguntando quanto tempo faltava para chegar o dia. Isso é muito marcante na vida deles.  Elas são crianças que moram nas casas de acolhimentos e muitas vezes são esquecidas. Por isso o gesto da associação e dos funcionários é muito especial na vida deles”, afirma Cláudia.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox