Notícias Adventistas

Projetos Sociais

Famílias em risco social recebem novas oportunidades de geração de renda

Parceria entre Igreja Adventista e fundação internacional beneficiou mais de 60 pessoas no Pará.


  • Share:
Site1

Beneficiários do projeto Viva Melhor recebem doações

Ananindeua, PA... [ASN] Luciana Coelho e seu esposo estão desempregados, assim como outras 10,4 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ela estava preocupada por não ter renda e, quando menos esperava, recebeu a visita de um pastor da igreja adventista. Nesta primeira visita, foi questionada se gostaria de trabalhar e respondeu afirmativamente. Já na segunda, o pastor foi acompanhado de uma assistente social, que conheceu a realidade da família e, ao verificar a situação, realizou o cadastro de Luciana no projeto Viva Melhor.

Leia também:

Em um período de crise econômica, a questão se torna ainda mais crítica para as famílias que já viviam em situação vulnerável. Para ajudar essas famílias, a Igreja Adventista do Sétimo Dia fez uma parceria com a Fundação Suíça Advent-Stiftung. Como resultado, no dia 21 de abril, mais de 60 famílias carentes da região metropolitana de Belém receberam equipamentos de trabalho como: freezer, bicicletas cargueiras, máquinas de costura reta, kit para salão de beleza, chapas, fornos, entre outros.

“O único objetivo desse projeto é permitir às pessoas que estão desempregadas, e que por essa razão não têm condições de comprar equipamentos que auxiliem em suas habilidades, formalizar um trabalho autônomo. Assim, a intenção é que elas possam ser ajudadas a não entrar na dependência social e que possam se sentir homens e mulheres valorizados através do trabalho”, aponta Giusepe Carbone, diretor da Fundação Advent-Stiftung.

Além de equipamentos específicos para cada área de trabalho, os beneficiados ainda receberam uma aula de empreendedorismo com o pastor Daniel Jennings, diretor de publicações da Igreja Adventista para o Norte do Pará, que falou como ser um empreendedor de sucesso. Dessa forma eles têm subsídios para alavancarem os lucros com o trabalho que desenvolverão a partir de agora.

Luciana recebe a máquina de fazer crepes.

Luciana recebe a máquina de fazer crepes

“A igreja adventista acredita que as pessoas precisam ser ajudadas. Elas se sentem dignas quando trabalham, então, ao depararem com apoio para trabalhar, elas encontram o que precisam. A parceria tem como objetivo mostrar para as pessoas que trabalho nunca vai faltar e assim as estamos ajudando a ter uma perspectiva de vida melhor”, afirma pastor Moisés Batista, presidente da Missão Pará Amapá (sede administrativa adventista para a localidade). “Essa iniciativa vem apenas aumentar o trabalho social e comunitário que a Igreja tem. Por isso valorizamos, apoiamos e agradecemos aos parceiros, pois juntos fazemos mais e melhor na vida de cada família que quer uma oportunidade de trabalhar, produzir e conseguir um espaço melhor na comunidade”, conclui o pastor Leonino Santiago, presidente da Igreja Adventista para o Norte do Brasil.

Luciana foi contemplada com uma máquina de preparar crepes e agora ela, e outras 61 pessoas que também foram auxiliadas, têm uma nova oportunidade de geração de rendas para as suas famílias. Esse é apenas um dos tantos trabalhos sociais desenvolvidos pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. Para conhecer mais sobre essas atividades, clique aqui. [Equipe ASN, Leonardo Leite]

 

Na galeria abaixo, veja imagens do programa: