Notícias Adventistas

Famílias desabrigadas são acolhidas por Igreja Adventista em SC

Congregação adventista do bairro Lageado Baixo, em Guabiruba (SC), está alojando três famílias desabrigadas devido às fortes chuvas no Estado

Por Daniel Gonçalves 28 de janeiro de 2021

Larissa está com a família morando provisoriamente no templo adventista

Larissa é casada, tem dois filhos e mora no bairro Lageado Baixo, em Guabiruba (SC). Recentemente conseguiu construir sua primeira casa própria com muito trabalho e esforço. Faz quatro meses que ela e a família estavam no novo lar. Mas, tudo se perdeu em um instante. As fortes chuvas que assolam Santa Catarina interditaram ruas, alagaram casas e desmoronaram encostas.

A casa de Larissa foi condenada pela Prefeitura por risco de desabamento. Ela teve que sair as pressas de sua casa e deixou tudo para trás, sem poder levar nada. Sem ter para onde ir, a mulher encontrou acolhimento na igreja adventista do bairro. “Nós nos oferecemos para receber famílias necessitadas. Nossa região tem muitos morros e as casas, mesmo bem construídas, sofrem risco de destruição”, explica Reinaldo Almeida, pastor na região. Larissa e a família estão desde quinta-feira (28) sendo acolhidos no templo da congregação adventista com materiais de higiene, locais para dormir, roupas secas e ainda recebem alimentos da Prefeitura de Guabiruba.

Essa é uma das três famílias que estão sendo abrigadas pela Ação Solidária Adventista (ASA) da igreja de Lageado Baixo. “Quando acontece uma catástrofe, ficamos em choque e a princípio sem ação. Então nos vem à mente: ‘Por que Deus me criou? Qual é meu papel neste mundo? É servir!’ Estamos atendendo essas famílias e ainda ajudando outras que não saíram de suas casas, mas precisam auxílio. Estamos levando cobertores, tirando o lodo das residências e dando palavras de conforto”, comenta Lúcia Fuckner, diretora da ASA local. Além da equipe da ASA, os jovens missionários da Missão Calebe estão auxiliando em todo o processo. A igreja ainda está servindo de local para receber doações dos moradores.

Para Larissa, a igreja adventista foi uma luz em meio ao sofrimento: “Nossa casa foi condenada. Se não fosse a igreja, não teria para onde ir. Foi sofrido perder tudo. Nós estávamos há apenas quatro meses na casa. Mas, Deus bota esse pessoal na nossa vida para nos erguer e começar de novo. Obrigado por tudo. Não está faltando nada. Obrigado igreja adventista”, agradece.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox