Notícias Adventistas

Voluntários levam saúde e qualidade de vida à população de Maceió

Iniciativa realizada por 55 profissionais atendeu 500 pessoas em quatro regiões da cidade.

Por Rogério César 2 de agosto de 2019

Grupo abriu mão de outras atividades para dedicar horas de atendimento à população da cidade (Foto: Divulgação)

Fonoaudiólogos, dentistas, clínicos gerais, enfermeiros, psicólogos e a lista não para por aí. Ao todo, cerca de 55 voluntários participaram do projeto “Esperança Maceió”. A iniciativa, realizada entre 20 e 29 de julho, é um conjunto de ações desenvolvidas por profissionais da saúde para atender a população carente que vive na região do Alto da Alegria, Benedito Bentes II e Carminha, em Maceió, Alagoas.

Esta foi a segunda edição do projeto, desenvolvido inicialmente no município de Piranhas, alto sertão alagoano. Desta vez, a ação social atraiu voluntários de outros Estados do Nordeste, como a técnica em Enfermagem Elisângela Costa, que veio da cidade de João Pessoa, na Paraíba, com mais três amigos.

Leia também:

“Viemos num grupo de quatro pessoas. Além de mim, um dentista, uma fonoaudióloga e uma enfermeira. Foi uma experiência muito rica e gratificante. Nossos atendimentos fizeram a diferença na vida daquelas pessoas e isso fez a diferença para nós. Pudemos contribuir com a comunidade desenvolvendo ações na área da saúde e também apresentando o melhor dos remédios que é Jesus. Que outros jovens aceitem esse chamado de servir, de voluntariar, de ajudar outras pessoas”, convida Elisângela.

Profissionais realizam testes durante atendimento a moradores (Foto: Divulgação)

Uma das mais de 500 pessoas atendidas pela ação social foi a senhora Maria José de Lima Gomes, moradora da Avenida Guaxuma no Benedito Bentes. De acordo com a aposentada, os colaboradores chegaram em boa hora e foram de grande ajuda para a comunidade.

“Foi uma bênção recebê-los aqui. Pelo sistema de saúde do governo está muito difícil e aqui eu pude ser consultada por um médico, que me prescreveu uma bateria de exames e ainda me receitou para que eu pudesse buscar os medicamentos na farmácia do posto de saúde. Só temos que agradecer a Deus e a estes profissionais pela recepção e atendimentos”, argumenta.

Alcance ampliado

Testes de aptidão física, idade biológica, capacidade pulmonar e palestras sobre nutrição, cuidados com a saúde e a utilização dos oito remédios naturais foram apresentados às pessoas que, a depender de sua necessidade, eram encaminhadas para especialistas do corpo ou da mente, como clínicos gerais e psicólogos.

Proposta é que especialistas atuem em outras edições do projeto (Foto: Divulgação)

Um dos apoiadores do projeto foi o vereador por Maceió, Siderlane Mendonça, que destaca o papel social da denominação. “Temos que agradecer à Igreja Adventista do Sétimo Dia pelo belíssimo trabalho social desenvolvido por seus voluntários nas comunidades Alto da Alegria, Benedito Bentes II e Carminha. A população ganha muito com essas ações desenvolvidas através de palestras e do atendimento médico. Nosso objetivo é continuar com essa parceria a fim de estender esses benefícios a moradores de outras regiões da cidade”, afirma.

Assim como na cidade de Piranhas, o “Esperança Maceió” atingiu seu propósito de levar saúde e qualidade de vida à população e integrar jovens e adultos no ministério do Serviço Voluntário Adventista. De acordo com o presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia para o Estado de Alagoas, pastor José Júnior, a terceira edição do projeto ocorrerá em breve na região da Grande Maceió.

“Graças a Deus alcançamos nossos objetivos nesses dez dias de ações sociais. Já entramos em contato com a Prefeitura de Marechal Deodoro para pôr em prática uma próxima edição, contando com 50 ou mais voluntários para essa cidade, que fica na região metropolitana de Maceió, visando a melhoria de qualidade de vida à população em situação de vulnerabilidade social”, pontua.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox