Notícias Adventistas

Espaço Adventista ensina a preparar alimentos saudáveis

Cerca de 30 milhões de brasileiros se declaram adeptos da alimentação vegetariana

Por Renata Paes 10 de julho de 2019

A culinarista, Anajaí Freitas, ensina como modelar a massa. (Foto: Carla Tavares)

Segundo a pesquisa inédita do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), solicitada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), 14% da população é vegetariana. Ou seja, 30 milhões de pessoas buscam por uma alimentação isenta de carne, no Brasil.

Maraísa Resende Rosa, 27 anos, é uma delas. Mas nem sempre foi assim. Por anos, a médica seguia a “dieta fast food”. O motivo, segundo ela, seria a velha desculpa de ter a vida corrida e não arranjar tempo para cozinhar.

“Como eu estudava bastante, não separava tempo para aprender a cozinhar, e mesmo quando tinha, na minha casa sempre faziam os alimentos com bastante óleo, sal e muito churrasco. Não queria aprender daquela forma, queria aprender do zero, de forma saudável”, conta Maraísa.

Foi aí que a médica começou a participar do projeto “Culinária Saudável”, realizado uma vez ao mês, no Espaço Adventista da Colina, em Uberlândia, Minas Gerais. “Foi o empurrão que eu precisava para realmente tomar uma atitude e sair do mundo das ideias”, ressalta ela.

O Projeto nasceu com a finalidade de ensinar na prática, o preparo de uma alimentação saudável. O curso, promovido aos domingos à tarde, começa com uma palestra de saúde, feita pela nutricionista Flaviana Martins. Em seguida, os alunos acompanham o passo a passo da receita  e também são convidados a colocarem a mão na massa.

Após o prato do dia ter sido finalizado, todos vão para a degustação. Os alimentos preparados em cada edição são vegetarianos, assim como voltados a alimentação diet, light, sem glúten e sem lactose.

Culinaristas e alunos em mais uma edição do Projeto Culinária Saudável. (Foto: Carla Tavares)

Maraísa, continua com a agenda lotada, só que agora, com as aulas do Culinária Saudável. “Mesmo pegando receitas na internet, não tomava atitude de fazer em casa, pois não entendia completamente como aplicar aquilo na prática. Acho que me sentia um pouco incapaz também. No curso, tenho minhas dúvidas esclarecidas, desde as mais simples até as mais complexas”, destaca.

No projeto, os participantes contam com as orientações de culinaristas especialistas na área, como Anajaí  Freitas, e da professora Natalia Bisio de Araújo, uma das coordenadoras do projeto.

Feira Orgânica

Feira Orgânica expõem a venda legumes e verduras sem agroquímicos. (Foto: Natália de Araújo)

Ainda na proposta de alimentação saudável, o Espaço Adventista da Colina abre as portas e realiza a Feira Orgânica, todos os domingos, de 9h as 12h.

Os feirantes que vem são certificados pela Prefeitura de Uberlândia. Os alimentos estão isentos de agrotóxicos e pesticidas. Os profissionais usam o espaço, sem custo nenhum.

Enquanto os feirantes conquistam novos clientes, os membros da igreja, começam a fazer amizade com quem frequenta a Feira Orgânica.

Estratégias evangelísticas

Tanto o Culinária Saudável e a Feira Orgânica são projetos idealizados pelos membros adventistas do Espaço da Colina, com a finalidade de fazer novas amizades  e assim convidar as pessoas para conhecerem as programações espirituais promovidas pela igreja, como palestras voltadas para a família e o aprendizado da palavra de Deus.

“Uma vez que eles aparecem interessados na culinária, divulgamos nossa programação espiritual. Inclusive, a degustação já é um momento de interação. A nossa ideia é fazer amizade com essas pessoas que frequentam o curso, para que quando forem na programação da igreja, já tenham amigos”, enfatiza Natalia de Araújo.

Veja mais imagens da galeria abaixo

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox