Notícias Adventistas

Escolas públicas utilizam filme Libertos em atividades pedagógicas

História tem colaborado com as discussões sobre prevenção da violência e a importância do cuidado para com o próximo

Por Fernanda Beatriz

Filme também foi exibido em entidades atendem pessoas que buscam superar o vício em drogas

Tudo começou com um desentendimento entre adolescentes que estudam na Escola Estadual João Batista de Carvalho, em Bambuí, município mineiro de 22 mil habitantes, situado a 260 km de Belo Horizonte. O filho de Alexandre Ribeiro e uma colega de classe se agrediram fisicamente e a direção convocou os pais para resolverem a situação. “Ao conversar com o diretor, tive a ideia de sugerir passar o filme na escola, pois ele aborda essa questão do cuidado para com o próximo e poderia ser algo positivo para os alunos”, explica Ribeiro.

Leia também: 

Na semana seguinte, o longa foi exibido para aproximadamente 130 alunos da escola e chamou a atenção da vice-diretora, Márcia Cristina, que decidiu exibir o longa também em uma outra escola estadual, onde ela dá aulas de matemática. “O filme apresenta situações muito próximas da realidade deles e por isso é muito atual. Mostra que precisamos ter cuidado com os lugares aonde vamos e também com as pessoas que conhecemos através da internet, além do fato de que precisamos ajudar uns aos outros”, comenta Márcia ao destacar que a história levou os alunos à reflexão.

Em Bambuí, o filme também foi exibido em uma escola municipal e abriu portas para o estudo da Bíblia no Centro de reabilitação Monte Sinai e no Instituto de Reabilitação Patrícia. Ambas as entidades atendem pessoas que buscam superar o vício em drogas e a partir de agora recebem, uma vez por semana, um grupo de adventistas que vão ensinar assuntos bíblicos aos internos.

Para Patrícia Santana, diretora do Instituto de Reabilitação Patrícia, a história mostrada no longa apresentou novas perspectivas de vida aos pacientes, uma vez que muitas vezes eles estão desacreditados pela família e pela sociedade. “O filme regatou vários valores na vida deles, trouxe esperança, e abriu os caminhos para o estudo da Bíblia, o que é muito importante, pois 80% da recuperação deles está relacionada a orientação espiritual”, afirma.

Para assistir ao filme Libertos, clique aqui.

Veja a galeria com fotos das exibições:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox