Notícias Adventistas

Escola Adventista e Ação Solidária Adventista arrecadam alimentos para mães carentes

Iniciativa beneficiou mulheres que trabalham com a coleta de materiais recicláveis.

Por Jordana Graci 11 de maio de 2021

Projeto arrecadou cerca de 1 tonelada de alimentos (Imagem: Jaime Costa)

Chovendo ou com sol a pino, Madalena do Prado, 56, está lá, puxando seu carrinho para coletar recicláveis. Ela sai de casa às 7h da manhã e chega a fazer três viagens ao dia para recolher os materiais nas ruas. Há 5 meses, essa se tornou sua ocupação, com o objetivo de manter o sustento da casa após o falecimento do marido.

Exercendo uma profissão mais comum entre os homens, ela fala dos desafios que enfrenta no dia a dia. “Essa semana eu carreguei 112 quilos nesse carrinho. Meu coração foi a mil porque eu não aguentava a subida, mas graças a Deus, eu venci”, conta.

Apesar do trabalho duro, o retorno financeiro nem sempre é suficiente para cobrir todas as despesas da casa. Com a pandemia, a situação, para quem depende da coleta e venda de materiais recicláveis se tornou ainda mais complicada. E foi pensando em amenizar as dificuldades, especialmente das mães que trabalham nessa área, que a Ação Solidária Adventista (ASA) da igreja adventista Parque da Fonte, em São José dos Pinhais, criou uma campanha para arrecadar cestas básicas.

Ajuda para quem mais precisa

Para a líder do projeto, Solange dos Santos, a pandemia agravou ainda mais as dificuldades econômicas desse grupo de trabalhadoras. “Aí me veio a ideia de homenagear essas mães que trabalham tão duro, num trabalho tão forçado. Com sol, chuva…as vezes, com as fábricas fechadas, elas não acham tanto material para reciclagem”, explica.

Doações beneficiaram mães que trabalham com a coleta de materiais recicláveis (Imagem: Jaime Costa)

Segundo a diretora da Escola Adventista Afonso Pena e apoiadora do projeto, Nara Falcão, os resultados surpreenderam. A ação conjunta arrecadou aproximadamente uma tonelada de alimentos. “A igreja não teria condições de atender essas famílias, por isso a gente estendeu isso para os nossos alunos e para os funcionários”, conta a educadora.

Além dos itens alimentícios arrecadados, também foram angariados produtos de higiene e beleza, um mimo para homenagear as mães catadoras.

De acordo com a aluna, Sarah Martins, “Muitas mulheres sentem vontade de comprar um shampoo, um batom para se sentir bonita, então a gente também arrecadou essas coisas para que elas possam se sentir bem com elas mesmas”, destaca.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox