Notícias Adventistas

Entidades religiosas geram confiança em comunidades vulneráveis

Em reunião, ONU avaliou contribuição de religiosos para amenizar sofrimento ao redor do mundo

26 de fevereiro de 2018

Por Márcio Basso, da Adventist News Network, com informações da Adventist Review

Jonathan Duff, presidente da ADRA Internacional, durante reunião na ONU (Foto: Reprodução / YouTube)

Desafios da imigração mundial. Este foi o principal assunto do Quarto Simpósio Anual sobre o papel da religião e de organizações religiosas em assuntos internacionais, realizado em Nova York na sede da Organização das Nações Unidas (ONU). Para os participantes do encontro, os refugiados não são “problemas a serem resolvidos”, mas indivíduos vulneráveis que devem ser tratados com respeito e compaixão.

Leia também:

O evento reuniu cerca de 250 representantes da comunidade da ONU, grupos religiosos e organizações não-governamentais, como a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA). Jonathan Duffy, presidente da instituição humanitária da Igreja Adventista, presente em mais de 130 países, ressaltou a importância do trabalho realizado em conjunto com grupos religiosos e parceiros locais, o que gera auxílio a migrantes e refugiados, assim como respostas rápidas em casos de tragédias.

No vídeo abaixo, conheça também algumas informações referentes a uma nova especialidade médica americana, compatível com a mensagem adventista de saúde, e como um livro de pintar atrai adultos para Cristo na Europa.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox