Notícias Adventistas

“Chá de Bonecas e Encontro de Carrinhos” aborda prevenção ao abuso e violência

Iniciativa faz parte do projeto Quebrando o Silêncio na região noroeste.

Por Priscila Baracho Sigolin 25 de agosto de 2021

Durante este mês, os templos adventistas no estado de Roraima estão abertos para promover a conscientização com as crianças em uma linguagem lúdica e acessível ao público infantil. (Imagem: divulgação).

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Pediatria, divulgados pela Agência Brasil, a violência matou mais de 103 mil crianças no Brasil, no período de 2010 a 2020. Os dados são alarmantes e conduzem a sociedade a pensar no assunto e assumir posturas efetivas para conter essa onda que tem ceifado a vida de crianças.

Com o objetivo de diminuir a vulnerabilidade quanto ao abuso sexual infantil e a violência doméstica, a Igreja Adventista no estado de Roraima teve a iniciativa de lidar com o tema através do projeto Chá de Bonecas e Encontro de Carrinhos, que fazem parte da campanha Quebrando o Silêncio.

“Educação é a melhor ferramenta de prevenção”, destaca a líder do projeto na região, Jaqueline Siqueira. (Imagem: divulgação).

Durante este mês, os templos estão abertos para promover a conscientização com as crianças em uma linguagem lúdica e acessível ao público infantil. O roteiro do projeto e todas as orientações foram trabalhadas nos meses de junho e julho, com as líderes de igreja que cuidam das mulheres, crianças e fazem parte do ministério de acolhimento. Tudo foi adequado levando em consideração os diversos contextos sociais e econômicos do estado.

Ouça o conteúdo:

À frente do projeto na região, a líder Jaqueline Bacelar Siqueira, explica que a melhor ferramenta de prevenção é a educação. “Se as crianças forem devidamente orientadas, na linguagem delas, em um projeto adaptado para o contexto da infância, elas estarão mais preparadas para dizerem não ao abuso, reconhecerem situações de violação de direitos e quebrarem o ciclo da violência”, destaca.

Iniciativa busca alcançar mais de 10 mil crianças e adolescentes. (Imagem: divulgação).

O projeto além de beneficiar as crianças, que se tornam mais fortalecidas e capazes de quebrarem o silêncio, também as motiva a conhecerem a Jesus. A maioria das crianças assistidas pela campanha não pertencem à igreja adventista. Além da conscientização dentro dos templos, atendendo as comunidades a sua volta, o projeto também será levado para as escolas públicas e privadas no estado. O objetivo é alcançar mais de 10 mil crianças e adolescentes.

Fórum Quebrando o Silêncio

Como parte das iniciativas contra o abuso e a violência, no último sábado (21), a Igreja Adventista em Roraima promoveu o Fórum Quebrando o Silêncio. O evento aconteceu no auditório da Escola Adventista de Boa Vista, com o público-alvo representado por mulheres da igreja, da comunidade e profissionais que atuam na linha de frente no combate à violência doméstica.

As temáticas escolhidas tiveram o objetivo de apresentar a rede de apoio às vítimas de violência doméstica, sensibilizar quanto a necessidade de quebrar o ciclo de violência e apresentar a igreja como parte integrante da rede de apoio e enfrentamento aos diversos tipos de violência.

Autoridades civis e eclesiásticas participaram do fórum, que discutiu temas como os aspectos psicológicos na violência doméstica, proteções legais para vítimas de violência doméstica, entre outras abordagens. Líder da área para os estados do Acre, Rondônia, Roraima e Amazonas, Cristiane Caxeta enfatiza a importância dessas iniciativas de prevenção e conscientização tanto das vítimas quanto dos seus familiares. “Geralmente a vítima tem medo de denunciar o agressor ou não sabe como ou onde buscar ajuda. Por isso a igreja se propõe a ser um ponto de apoio, acolhimento e orientação para essas pessoas”conclui.

Equipe multidisciplinar durante o Fórum Quebrando o Silêncio na capital roraimense. (Imagem: divulgação).

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox