Notícias Adventistas

Voluntários adventistas constroem casa para família carente de Florianópolis

Jovens dedicaram domingos por quatro meses para construir casa localizada na Ilha de Santa Catarina.

29 de setembro de 2015

12063937_10207959052716880_2131589061_nFlorianópolis, SC… [ASN] A capital do Estado de Santa Catarina é conhecida em todo o Brasil por sua diversidade de atrações culturais e turísticas. São 42 praias, três lagoas e uma gama de restaurantes para atender visitantes e, inclusive, a população local. A maior concentração nestes locais ocorre no fim de semana, especialmente aos domingos. Porém, nem todos têm utilizado o dia para si mesmos. Isto porque um grupo de grupo de fiéis da igreja adventista que fica no centro de Florianópolis decidiu fazer dos domingos, um dia direcionado ao benefício do outro nos últimos quatro meses.

A ação social foi direcionada a Sara Cristina Ricardo e seus quatro filhos. A família mora no bairro Costeira do Pirabubaé, uma comunidade pobre da cidade localizada na região sul da Ilha de Santa Catarina. A moradia da família não possuía banheiro, fechaduras e continha vazamentos no telhado, o que gerava bastante insegurança. “Quando eu colocava as crianças para dormir, ficava acordada porque via vultos de pessoas rondando a casa e querendo entrar”, revela Sara.

A situação precária fez com que Sara, que está desempregada, implorasse a Deus por mudanças. “Eu orava todas as noites. Muitas vezes chorava e pedia que Deus enviasse anjos para que nos protegessem e ajudassem. Meus filhos pediam uma vida melhor e eu orava ao Senhor, pedindo que Ele me desse força para trabalhar e dar melhores condições a eles a quem tanto amo”, lembra.

Tempos depois, os “anjos” apareceram. A cada domingo, seis voluntários que formavam um grupo fixo e outros 50 colaboradores que chegaram a auxiliar na construção, derrubaram a antiga casa e ergueram uma nova durante quatro meses. “Como a casa está no morro, o material de construção para levar até o local era de difícil acesso. O carro chegava só até a metade do morro. Depois disso tínhamos que levar por, pelo menos, 300 metros qualquer tijolo ou cimento que precisasse. Tivemos ainda pessoas que ajudaram financeiramente. Pessoas que não são adventistas, mas que ficaram admiradas com nossa iniciativa e quiseram colaborar. Acredito que foi um testemunho pra elas também ao verem o lado social da Igreja”, comenta o líder do grupo, Deiverson Silva.

A construção em madeira foi dirigida pelo pastor Claiton Luz, que já atuou na área de construção em outra época. “Se a casa ficou reta foi por causa do pastor Claiton”, brinca Deiverson, que apesar de ser programador, não se intimidou com o desafio de construir uma casa. A habitação ainda foi entregue com mobília e parte de um enxoval feita pelo grupo da terceira idade, pertencente a igreja central.

“Quando decidimos fazer a casa, nos impressionaram as condições de vida da família. Eles dormiam no chão em um colchão molhado e sujo. Foi uma alegria entregar a casa com os beliches e colchões de boa densidade”, comenta Rafael Abreu. “Certo dia o Rafael veio falar comigo o seguinte: ‘Deiverson, não estou mais conseguindo dormir ao lembrar das condições de vida daquela família. Vamos derrubar aquela casa?’. A partir daí iniciamos o projeto”, explica Deiverson.

A casa foi entregue no dia 13 e emocionou todo o grupo, mas principalmente Sara. “Não pedia a Deus que Ele me desse uma casa assim. Eu só pedia saúde e força para trabalhar e poder construir minha casa. Agradeço a Deus e agradeço a igreja adventista, que é, hoje, minha família. O nosso Deus realmente é maravilhoso, nos surpreende a cada dia sempre nos dando muito mais do que merecemos e esperamos”, conclui Sara. Sara, que é adventista, continua frequentando a igreja e seus quatro filhos estão tendo a chance de estudar no Colégio Adventista de Florianópolis, Unidade Centro. [Equipe ASN, Daniel Gonçalves]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox