Notícias Adventistas

Assembleia Legislativa do Espírito Santo homenageia ADRA

Instituição atua no Estado há 20 anos.

15 de maio de 2015
Parte da equipe ADRA ES. Em 2014 , mais de 600 funcionários atuaram através da ADRA.  Foto: Cristiano Vargas

Parte da equipe ADRA ES. Em 2014 , mais de 600 funcionários atuaram através da instituição
(Foto: Cristiano Vargas).

Vitória, ES… [ASN] Apenas em 2014, a regional do Espírito Santo da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) atendeu mais de 190 mil pessoas. Este é um dos motivos que a credenciaram para a homenagem na Assembleia Legislativa do Estado, realizada na noite de ontem, 14 de maio.

A Comenda Monsenhor Rômulo Neves Balestrero foi entregue a 28 pessoas e entidades que desenvolvem atendimento assistencial em diversas áreas. No Espírito Santo, a ADRA atua oficialmente há cerca de 20 anos e, atualmente, oferece atendimento em instituições localizadas em Vitória, Vila Velha, Viana e Cariacica.

Para o pastor Fábio Salles, que dirige a instituição capixaba, a homenagem representa o diferencial que a ADRA promove, inclusive, colocando-a como instituição de destaque entre as demais, pela quantidade de pessoas atendidas e projetos em que atua. Atualmente são nove áreas que atendem crianças e também adultos.

Muitos projetos são realizados através de parcerias com os governos municipais que veem na ADRA uma gestora eficiente dos recursos destinados ao serviço de assistência social.

O deputado estadual Marcelo Santos, proponente da sessão solene, destacou a relevância das instituições religiosas no atendimento a pessoas carentes ou sob situação de risco. “As igrejas alcançam onde os braços do Estado não chegam. São exemplos que devem ser seguidos”, exaltou.

No dia 22/05 o programa Revista Novo Tempo traz uma matéria sobre a homenagem.

Projetos desenvolvidos pela ADRA ES

Abrigo para População de Rua

Em parceria com prefeitura municipal de Vitória, o abrigo funciona 24 horas como moradia provisória para 40 pessoas adultas em situação de rua na cidade e que apresentam demandas de saúde. Oferece atendimento social, psicológico, de saúde, alfabetização de adultos, palestras educativas, oficinas artísticas, oficinas sócio educativas, alimentação, encaminhamento para emprego etc. O projeto possibilita a reinserção social e comunitária e o aumento da autoestima.

Casas Lares

Também desenvolvida em parceria com a prefeitura de Vitória, as duas unidades funcionam 24 horas e atendem a até 30 pessoas em situação de rua, com transtornos mentais, com pequena ou nenhuma possibilidade de reinserção familiar e comunitária. Possuem serviços similares aos do abrigo.

Albergue Noturno/Imigrante

Também em parceria com a prefeitura de Vitória, funciona das 17 às 7h, em duas unidades, atendendo em cada unidade a 40 pessoas em situação de rua. Recebe encaminhamentos do Centro de Atendimento Dia, Abordagem de Rua, Polícia Militar, Guarda Municipal, Ministério Público e outros órgãos públicos, munícipes e sociedade civil em geral. Oferece atendimento social, alimentação, higienização e atividades socioeducativas.

CRAS – Centro de Referência da Assistência Social

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) faz parte de um programa do governo federal, o PAIF (Programa de Atenção Integral à Família).

No município de Viana, atualmente, quatro CRAS são gerenciados pela ADRA, em parceria com a prefeitura local.

No município de Vitória existem 12 CRAS, gerenciados em parceria PMV / ADRA.

No município de Cariacica existem oito CRAS, gerenciados em parceria PMC / ADRA.

O objetivo do projeto é dar atendimento integral às famílias carentes e em situação de risco social, além de fortalecer e permitir o acesso aos serviços sociais oferecidos pelos municípios. Busca, ainda, fomentar o conhecimento, o fortalecimento de vínculos e interação com o grupo através das oficinas motivacionais.

Programa INCLUIR

O Programa Capixaba de Redução da Pobreza, intitulado Programa INCLUIR, visa a realizar projetos e ações de forma sistematizada, no intuito de promover a inclusão social e a cidadania, através da utilização da estratégia de articulação das redes de proteção social, de maneira a beneficiar as famílias em situação de pobreza, com foco na erradicação da extrema pobreza no Espírito Santo.

Este projeto baseia-se na Lei Estadual nº 9.752 de 19/12/2011 onde cria a Política Estadual de Redução à Pobreza com foco prioritário na extrema pobreza. No município de Cariacica existe um INCLUIR, gerenciados em parceria PMC / ADRA.

CREAS – Centro de Referência Especializado da Assistência Social

São considerados serviços de média complexidade aqueles que oferecem atendimentos às famílias e indivíduos com seus direitos violados, mas cujos vínculos familiares e comunitários não foram rompidos. Os serviços de Proteção Especial de Média Complexidade são ofertados no Centro de Referência Especializado da Assistência Social-CREAS.

Atualmente, no município de Cariacica, dois CREAS são gerenciados pela ADRA, em parceria com a prefeitura.

No município de Vila Velha, dois CREAS são gerenciados pela ADRA, em parceria com a prefeitura, subdividos em quatro equipamentos: dois CREAS, um Centro POP (Centro Especializado para População em Situação de Rua) e um SEAS (Serviço Especializado de Assistência Social).

Em Viana, um CREAS é gerenciado pela ADRA, em parceria com a prefeitura.

No CREAS é desenvolvido o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias – PAEFI. Este se caracteriza por ser um “serviço de apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos”, e tem como objetivos a articulação de ações com os demais serviços da rede de socio-assistencial; propiciação do fortalecimento e/ou o restabelecimento dos vínculos familiares (bem como sua função protetiva) e comunitários; contribuição para romper com padrões violadores de direitos no interior das famílias; contribuição para a reparação de danos e da incidência de violação de direitos; Prevenção da reincidência de violações de direitos.

CAP – Casa de Acolhimento Provisório Infantil

Em parceria com a prefeitura municipal de Viana, a CAP acolhe crianças de 0 a 12 anos incompletos, e a adolescentes do sexo feminino, entre 12 a 17 anos, em situação de risco social e encaminhadas pelo Juizado da Infância e Juventude de Viana, Ministério Público de Viana e Conselho Tutelar do município de Viana.

No município de Cariacica, três CAPs são gerenciadas pela ADRA, em parceria com a prefeitura.

No município de Vitória, dois CAPs são gerenciadas pela ADRA, em parceria com a prefeitura, atendendo crianças e adolescentes de 0 a 17 anos incompletos de ambos os sexos.

CADEC de Terra Vermelha

É um projeto que tem como objetivo atender pessoas da comunidade da Grande Terra Vermelha, em Vila Velha, onde são atendidas 60 crianças e adolescentes de 07 a 11 anos, com reforço escolar com duas refeições por dia, em ações educativas, cursos profissionalizantes, atendimento médico-odontológico, palestras, passeio ecológicos, etc.

PAIF – Programa de Atenção Integral à Família Cariacica

Cooperação técnica e financeira para implementação do Programa Incluir no município de Cariacica, através do repasse de recursos financeiros para contratação de equipe técnica.

[Equipe ASN, Francis Matos]

Abaixo, veja a galeria com algumas imagens de homenagem.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox