Notícias Adventistas

ADRA presta socorro às vítimas de alagamentos em Minas Gerais

Devido as condições de Raposos, a carreta permanecerá no local até que a população esteja amparada em sua maioria.

Por Renata Paes 28 de janeiro de 2020

Servidores da ADRA e voluntários estão em raposos desde a última quinta-feira (23). (Foto: ADRA Minas)

A carreta da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) chegou na manhã da última segunda-feira, 27 de janeiro, em Raposos, uma das cidades mineiras mais atingidas pelos alagamentos, devido as intensas chuvas que caem sobre a região.

Com o apoio de servidores da ADRA e voluntários, a população está recebendo kits de limpeza para as casas, alimentação e roupas lavadas. Posteriormente, haverá atendimento psicológico às famílias.

A carreta está estacionada na rua Joaquim Teixeira, em frente à Rodoviária de Raposos (Praça Central). Os serviços trazidos pelo veículo fazem parte do projeto “Amor que Move”.

Famílias chegam com as roupas. Elas separadas em sacolas e, posteriormente, levadas para o serviço de lavanderia, que funciona dentro da Carreta (Foto: ADRA Minas).

Para os moradores de localidades distantes, voluntários prepararam sopas e entregaram nas casas. Durante os próximos dias, o atendimento à população se dará desde o início da manhã, com possibilidade de seguir pela madrugada, devido as necessidades locais.

Entrega de sopas aos moradores de bairros distantes do centro de Raposos. (Foto: ADRA Minas)

Enchentes em Minas Gerais

Desde a semana passada, a Defesa Civil de Minas Gerais informou à população que na sexta-feira (24) seria o dia de maior intensidade de chuvas em toda a grande BH. Antes disso, na quinta-feira, após às 10h, a chuva começou a cair e seguiu pela madrugada do dia seguinte, por horas. O resultado foram cidades alagadas, pessoas desabrigadas e algumas mortes.

O governo de Minas decretou situação de emergência em cidades como a de Raposos. Na localidade, o rio das Velhas transbordou e três mil pessoas ficaram desabrigadas. Vários trechos, que dão acesso à cidade, foram interditados. Desde os primeiros alertas, servidores e voluntários da ADRA se dirigiram ao local. Foram montados pontos de apoio para alocar pessoas em situação de rua e também para aqueles que perderam sua moradia.

Saiba como ajudar

Veja aqui o recado do Pr. Héber Kalbematter, diretor da ADRA Minas, sobre ação em Raposos:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox