Notícias Adventistas

ADRA Brasil oferece treinamento a voluntários no Rio Grande do Sul

Desde 2017, a unidade móvel não oferece apenas resposta a emergência, mas também treinamento preventivo a quem se dispõe a ser auxiliar em momentos críticos.

26 de abril de 2018

Por Willian Vieira

A empresária Léia nunca tinha visto o trabalho do caminhão da ADRA Brasil a não ser pela tela da TV. Isso até agora. Quando a unidade móvel chegou a Novo Hamburgo, não pensou duas vezes: foi até o endereço e se colocou à disposição para conhecer o funcionamento e integrar o grupo de voluntários cadastrados para possíveis convocações.

“Foi muito bom ter aprendido. Eu não sabia como eram feitos os alimentos e a Cris com uma boa vontade tremenda ensinou para a gente, mostrou como fazia e, agora, o ultimo que foi feito, eu já fiz quase tudo sozinha, eu estou muito contente”, conta.

Não é a primeira vez que esse caminhão passa por cidades do Rio Grande do Sul. Na nova proposta da ADRA Brasil, a unidade móvel oferece não apenas a resposta a emergência, mas também um treinamento preventivo a quem se dispõe a ser um voluntário.

O coordenador regional dos trabalhos da ADRA Brasil no Rio Grande do Sul, pastor Paulo de Tarso, crê que a formação de um grupo de voluntários e o contato com as prefeituras estão entre os principais pontos do treinamento. “O objetivo da ADRA Brasil – regional Rio Grande do Sul – é o de nós termos uma capacidade local, voluntários, membros que possam estar prontos para ações em resposta a desastres nos municípios onde estão acontecendo o treinamento, bem como termos uma capacidade maior de interação com os municípios, governos e assim, podermos trabalhar de maneira integrada com a sociedade”, explica.

Com uma área utilizável de 45 m², a estrutura tem compartimentos voltados ao preparo de milhares de alimentos quentes, além de colaborar com a lavagem e secagem de centenas de quilos de roupas.

A voluntária Cleonara Mariano, que atua como professora em Novo Hamburgo, elogiou a rapidez dos procedimentos feitos dentro da estrutura. “Me surpreendi com toda a agilidade, sobre como funciona todo o processo de produção de alimentos, da lavagem de roupas… Isso faz com que a gente veja que o trabalho da ADRA é eficiente, organizado e também preocupado em auxiliar as pessoas em qualquer situação”, relata.

No município de Esteio, o treinamento foi feito em parceria com a prefeitura por meio do cadastro de roupas de moradores da comunidade. As refeições preparadas foram distribuídas em bairros carentes da cidade, simulando o processo que ocorreria em uma emergência.

Joedi Souza, pastor responsável por igrejas adventistas de Esteio, esteve presente nas ações junto a alguns fiéis. Ele entende que este contato ajuda em pelo menos dois aspectos. “São muitos benefícios, mas destaco basicamente, o treinamento dos membros para uma possível catástrofe e o aumento do relacionamento da igreja com a comunidade, então isso é formidável”, pontua.

A estrutura da ADRA Brasil deve, em seguida, passar por outras regiões do Sul do Brasil.

Veja a reportagem em vídeo:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox