Notícias Adventistas

Adolescentes de escolas públicas participam de evento de inclusão

O projeto será lançado na África em Julho e tem como objetivo melhorar a autoestima e reduzir a gravidez na adolescência.

25 de junho de 2018

Por Suellen Timm

Foto: Colaborador local

Mais de 200 adolescentes que frequentam um projeto realizado em escolas públicas com objetivos de melhorar a autoestima e, consequentemente, reduzir a gravidez precoce, participaram de uma ação comemorativa na quarta-feira, 20 de junho. Meninas que fazem parte da iniciativa em Barretos, Franca, Presidente Prudente e São José do Rio Preto se reuniram para desenvolver uma série de atividades como passeata, apresentações e visita à Câmara Municipal.  O tema do evento foi “Quer transformar o mundo? Eduque uma menina!”.

A ação faz parte do projeto Garotas Brilhantes, um trabalho de inclusão e cidadania, organizado pela ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) foi iniciado em 2014 em São José do Rio Preto. Desde então o projeto se expandiu para três escolas públicas de Rio Preto, várias outras cidades do interior de São Paulo e, em julho de 2018, será implementado na África.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A agenda do encontro inclui diversas atividades como visita ao Senac, à Câmara Municipal, passeata, apresentação dos representantes das escolas públicas que participam do projeto. O evento foi realizado na Sede Administrativa da ADRA na região e no Auditório Novo Tempo.

Segundo a organizadora do projeto Meninas Brilhantes, Neusa Ferraz, a iniciativa surgiu através da necessidade de investir em ações de educação e empoderamento de meninas para auxiliar a permanecia na escola e a formação de cidadãs mais ativas. “Quanto mais tempo elas dedicam aos estudos e ao desenvolvimento de suas potências, mais podem pensar na construção de seu projeto de vida e, consequentemente, se prevenir e adiar a gravidez na adolescência”, destaca.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox