Notícias Adventistas

Ação solidária em presídio feminino

As detentas do presídio feminino de Campos dos Goytacazes receberam 90 cobertores para ajudar a passar pelo inverno.

Por Karen Neri 9 de julho de 2020

Na última sexta-feira, 3, foram entregues ao Presídio Nilza da Silva Santos 90 cobertores. A ação foi idealizada pela irmã Zoraide em parceria com o pastor Élison, responsável pelo Ministério Pessoal da Associação Rio Fluminense, ARF.

Em 2018, Zoraide, junto com os pastores Anderson Coelho, Márcio Ebil e outras quatro pessoas, faziam visitas semanais ao presídio. Esses encontros, de cunho espiritual, traziam alento ao coração das mulheres encarceradas. Porém, por razões burocráticas do próprio presídio, essas visitas tiveram de ser suspendidas. No inverno daquele mesmo ano, Zoraide recebeu a notícia de que muitas das meninas, como se refere carinhosamente as detentas, estavam doentes pelo frio que passavam. As condições dentro do presídio são precárias, faltam colchões e cobertores. Por isso, Zoraide organizou uma arrecadação de fundos na sua igreja, Jardim Carioca, e doou 32 cobertores para penitenciária.

Mês passado essa irmã fazia seu momento de comunhão com Deus durante uma madrugada fria, quando se sentiu incomodada pelo Espírito Santo. “Eu senti no meu coração o Espírito Santo falando comigo ‘e as meninas do presídio?’. Aquilo para mim foi um despertar”, relata de forma emocionada. No mesmo dia, entrou em contato com a diretora da penitenciária para saber qual era a necessidade do momento. Sabendo então que 90, das 225 detentas, não tinham cobertores, Zoraide entrou em contato com o pastor Geovane Félix, presidente da ARF, que a encaminhou para o pastor Élison.

Os dois, com o apoio da Associação e da Ação Solidária Adventista, ASA, começaram uma campanha de arrecadação para a compra desses cobertores. Quando o pastor anunciou a movimentação em uma live, a irmã Emanuele, da igreja do Goytacazes, decidiu participar. “Fui motivada pelo amor a ação social”, conta. “Quando ouvi o apelo, fiquei pensando na situação das irmãs detentas. E concluí, posso fazer alguma coisa!”, decidiu pedir ajuda aos irmãos de sua congregação.

Assim, na sexta-feira, 3, foram entregues 90 cobertores, 3 fardos de papel higiênico e 250 livros da Esperança na penitenciária feminina. “A coberta nem todas vão receber, mas os livros, vão”, explica Zoraide.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox