Notícias Adventistas

Mutirão da Páscoa alimenta 2300 famílias, no sudoeste baiano

35 Toneladas de alimentos foram arrecadados e distribuídos, durante a Semana Santa. As igrejas e escolas adventistas do sudeste e oeste da Bahia, se mobilizaram para auxiliar famílias em situação vulnerável.

Por Érika Uchôa 5 de abril de 2021

Arrecadação de alimentos na Igreja Adventista do Bairro Brasil, em Vitória da Conquista. (Foto: Érika Uchôa)

Durante a Semana Santa, as igrejas adventistas do sudeste e oeste da Bahia, se mobilizaram para arrecadar alimentos e entregá-los a famílias em situação vulnerável.

Os programas diários da Semana Santa, que aconteceram entre os dias 27 de março e 3 de abril, foram transmitidos pela internet, em virtude do decreto do toque de recolher publicado pelo Governo do Estada da Bahia.

Igreja Adventista realiza campanha de arredarão de alimentos. (Foto: Érika Uchôa)

Ainda que os cultos tenham acontecido de maneira virtual, o atendimento de muitas famílias aconteceu presencialmente, por meio de visitas, com a entrega de alimentos, se necessário. Todas as ações foram realizadas sob medidas de proteção contra a COVID-19, como uso de álcool em gel, distanciamento e uso de máscaras.

No Mutirão da Páscoa,  35 toneladas de alimentos foram distribuídos, beneficiando cerca de 2300 famílias, no sudoeste e oeste da Bahia.

O pastor Sebastião Andrade, líder de Evangelismo e da Ação Solidária Adventista na região oeste da Bahia, entende que os métodos de Cristo para salvação das pessoas vão muito além da pregação da Palavra: “Cristo sempre procurou aliviar o fardo do sofredor e alimentar o faminto e depois dizia: “segue-me”. Esse é o espírito do Mutirão de Páscoa na região oeste da Bahia.”

A Igreja Adventista do Bairro Brasil, em Vitória da Conquista, realizou um drive-thru para arrecadação de alimentos, no Mutirão da Páscoa. A liderança do Clube de Desbravadores Mensageiros da Paz, recebeu as doações dos que traziam os alimentos de carro, de moto ou à pé, no domingo pela manhã.

Débora Souza, enfermeira, chegou para entregar sua doação, no primeiro momento da ação. Ela conta que sente alegria em poder contribuir:  “Estou grata por ter, para poder doar. É muito importante demonstrar amor e solidariedade, para com a população da nossa cidade”, disse.

Clube de Desbravadores Mensageiros da Paz, recebe alimentos em drive-thru solidário (Foto: Érika Uchôa)

Mário Pereira, empresário e primeiro ancião da Igreja Adventista do Bairro Brasil, comenta que o envolvimento do Clube dos Desbravadores na arrecadação de alimentos é muito importante, pois contribui com a formação física, mental e espiritual dos jovens: “Nesse momento que a pandemia trouxe, de ausência de alimento, dentro da Semana Santa, tem tudo a ver o Clube de Desbravadores: essa ação solidária de recolher alimentos para entregar às famílias carentes.”

Thiago Aragão, líder do Clube de Desbravadores Mensageiros da Paz afirma que o interesse do clube é trabalhar, para ajudar pessoas que necessitam: “Incentivamos os desbravadores a participar da ação e viver na prática o voto dos desbravadores, sendo servos de Deus e amigos de todos.”

Alex Rúben, pastor do distrito do Bairro Brasil, conta sobre o exemplo de Cristo, que quando enxergou a necessidade das pessoas, entregou o alimento aos que ouviam sua Palavra:”muitas vezes, quando as pessoas abrem a porta para receber o alimento material, abrem também o coração para o alimento espiritual.”

Alunas do Colégio Adventista de Vitória da Conquista, fazem entrega de alimentos em residências do bairro Cruzeiro. (Foto: Érika Uchôa)

O Colégio Adventista de Vitória da Conquista arrecadou cerca de 700kg de alimentos, no projeto Cesta Santa, durante a Semana Santa. Os alunos foram encorajados a trazer as doações à escola. Na sexta-feira, dia 3 de abril, os alimentos foram distribuídos em comunidades de baixa renda da cidade e algumas cestas ficaram para serem distribuídas nesta semana. A Professora Karla Fernanda Santana, diretora da unidade escolar, afirma que o engajamento das famílias dos alunos foi surpreendente: “cada aluno foi desafiados a trazer 1kg de alimento, mas eles trouxeram muito mais. Com isso, conseguimos atender cerca de 50 famílias nessa páscoa”, disse.

Colégio Adventista entrega alimentos e livros missionários. (Foto: Érika Uchôa)

Para o pastor Dione Silva, líder de Evangelismo e da Ação Solidária Adventista no sudoeste da Bahia, a Igreja, ainda que também experimente os efeitos da crise, precisa continuar a levar Esperança para a humanidade: “O que a igreja tem feito é atender às necessidades das pessoas, saciando a fome física. Em seguida, compartilhando também o Pão da Vida. Ou seja, a Igreja tem trabalhado dois aspectos: a compaixão, solucionando o problema da fome imediata das pessoas, sem deixar de apresentar o que é Eterno, por meio da pregação da Palavra.”

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox