Notícias Adventistas

Simpósio destaca que o mais importante são os adoradores, não os instrumentos

Cada instrumento deve ser tocado com equilíbrio e harmonia, um não deve se sobrepor ao outro.

Por Fabiana Lopes 28 de março de 2019

Coral e Orquestra do IPAE se apresentaram no sábado pela manhã. (Fotos/Centro de Mídia ARJ e TV ADVAI)

Cerca de duzentas pessoas, entre líderes de música, líderes jovens e de grupos musicais, além de anciãos, participaram do Simpósio de Música realizado no Instituto Petropolitano Adventista de Ensino (IPAE), dia 23 de março. Entre os convidados estavam Adriana Perera, diretora do curso de pós-graduação em Música da Andrews University; Sulivan Dutra, formado em Teologia pelo Instituto Adventista Paranaense (IAP), mestrado na Andrews University em Divindade e atua como pastor no Texas (EUA); Prof. Ádela Dutra, intérprete e pedagoga; Daniel Salles, diretor musical da Igreja Adventista Central do Rio de Janeiro; Marcio Conrad, maestro do Coral Jovem e diretor do Conservatório de Música do IPAE e Tarcísio Goese, maestro da Orquestra do IPAE.

Adriana Perera (esq) destacou que um instrumento não pode se sobrepor a outro, como a bateria ou alguma outra percussão.

A música, segundo Adriana Perera, “é um tema que precisa ser melhor entendido, pois é interpretada de formas diferentes em cada parte do mundo”. A sugestão do tema foi dela, “Em espírito e em verdade”, e o propósito, segundo o organizador do evento – pastor Robson Pereira, líder jovem da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a região central do Rio de Janeiro, foi “trabalhar a filosofia da música adventista com seus votos e orientações, para exaltar, através da música, o nome de Deus. Não basta ter apenas o conhecimento, precisamos colocar as normas em prática”.

“A questão da adoração começa de dentro pra fora, então não depende do que você ouve, mas de sua postura como adorador. Quem adora a Deus são as pessoas, não os instrumentos. A letra deve ser soberana à melodia, e esses somados ao ritmo, devem estar sempre numa harmonia perfeita”, destaca pastor Jean Abreu, Secretário da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região Central do Rio de Janeiro.

Durante a tarde de sábado, foram realizadas quatro oficinas por alguns palestrantes: ‘A Cultura e a Igreja’, com o pastor Sulivan Dutra; ‘Formação de corais, grupos e instrumentais’, com Marcio Conrad; ‘O Ministério de Louvor’, com Daniel Salles e ‘As declarações de Ellen G. White com os instrumentos nos dias atuais’, com Adriana Perera.

Mariana (superior esq) ficou impressionada com o que ouviu e vai reproduzir em sua igreja. (Foto/Arquivo pessoal)

“Estou imensamente agradecida a Deus e aos organizadores deste Simpósio, foi um sábado maravilhoso que tivemos. Foi muito importante para mim descobrir tantas informações sobre este tema. Como diretora de música e do departamento jovem na minha igreja, esse simpósio mudou minha maneira de pensar sobre música! Adriana Perera é uma mulher divinamente inspirada”, relata Mariana Dália Maria, da Igreja Adventista de Madame Machado, na região serrana do Rio.

Pesquisa

Adriana mostrou que pesquisas apontam que 7 em cada 10 jovens se afastam da igreja por falta de envolvimento, participação e isso poderia ser evitado se a igreja desse a oportunidade a eles também com a música, cantando ou tocando. “Congregações cristãs que treinam seus jovens para tocar nos cultos crescem até 60% mais do que as que não envolvem os jovens nos cultos. Tudo é uma questão de equilíbrio, a Bíblia diz ‘cantai um cântico novo’, devemos prestar atenção a isso”, ressalta Perera.

Transmissão do evento

O evento foi transmitido pela TV ADVAI pela tarde e noite e as palestras estão disponíveis na plataforma do canal no YouTube. Interessados em estudar mais a respeito do tema, podem procurar o curso de pós-graduação em Liderança em Música e Adoração, no Centro Universitário Adventista campus Engenheiro Coelho-SP, UNASP-EC. A pós é feita em dois módulos. Maiores informações: UNASP-EC

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox