Notícias Adventistas

Rede educacional adventista no sul do Rj lança Escola de Música

Cristãos devem buscar inspiração em Deus para compor músicas sacras adequadas para a adoração.

22 de novembro de 2016
principal-escola-mus

No dia do músico, 22 de novembro, a Igreja Adventista no sul do RJ anuncia o lançamento da nova Escola de Música.

Rio de Janeiro, RJ [ASN] Hoje, 22 de novembro, comemoramos o Dia do Músico. Este artista é aquele que realiza alguma atividade que seja ligada diretamente à música, ou seja, aquele que canta, que toca algum instrumento, que compõe, etc.

Estas pessoas podem praticar a atividade de músico apenas por hobby, mas existem também aqueles que ganham a vida com esta profissão. Estes profissionais geralmente se apresentam em diferentes locais para garantir o seu salário. Alguns se tornam tão famosos, que acabam viajando o mundo todo para realizar suas apresentações.

Afonso Andrade de Oliveira é professor de música especializado na área de instrumentos de sopro como: saxofone soprano, sax alto, sax tenor, flauta transversal, clarinete e trompete. Segundo ele, “a música ao vivo e bem tocada é uma arma poderosa para alcançar corações que, de outra forma, não seria possível”. E para aqueles que desejam aprender algum instrumento de sopro, garante Oliveira, “em três meses o aluno já é capaz de tocar algumas músicas sozinho, porém, o aprendizado é para sempre”.

Gabriel Barbosa cursa o sexto período de Música na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, e é professor de guitarra, violão e contrabaixo. Em sua opinião, a prática da música “ajuda principalmente os mais jovens, pois é uma atividade que agrega valores e aproxima pessoas. Além de ser um meio bem eficaz de levar a Palavra de Deus”.

Futura Escola Adventista de Música para o sul do Rio de Janeiro

Os professores Afonso Andrade e Gabriel Barbosa farão parte do corpo docente da Escola.

A seleção de professores já está sendo feita pela diretora Raquel Ross. Os professores Afonso Andrade (dir) e Gabriel Barbosa farão parte do corpo docente da Escola.

A Rede Educacional Adventista no sul do Rio de Janeiro abrirá sua primeira escola voltada para esta área, que funcionará no bairro de Campo Grande, região Oeste do estado. A Escola de Música manterá os mesmos princípios de valores éticos, morais e espirituais da Educação Adventista. Entre os objetivos estão o desenvolvimento de talentos individuais e coletivos, formação de novos músicos e a valorização do aprendizado em crianças, jovens e adultos pelo gosto de boas músicas. Um dos alvos principais deste empreendimento é que haja pelo menos um conjunto instrumental para auxiliar cada igreja, envolvendo principalmente os jovens.

Dentro das atividades estão previstos projetos como: orquestra, workshop, aulas diferenciadas, recitais, entre outros. A Escola vai oferecer aulas de: Piano, Flauta Transversal, Saxofone, Violino, Violoncelo, Trompete, Clarinete, Violão Guitarra, Contrabaixo, Canto e um inovador projeto de Musicalização Infantil para esta região, que atenderá crianças a partir de 2 anos.

“Em tudo teremos a oportunidade de divulgar o trabalho da Educação Adventista e da Igreja, para fazer a diferença na parte musical, criando uma nova história a partir da nossa inauguração. Fico muito feliz pela oportunidade de estar à frente desse novo projeto, pois trabalho na Instituição desde de 1989 e atuo como professora de música há mais de vinte anos” relata Raquel Ross, diretora da futura escola.

O lema da Escola de Música será o mesmo da Rede Adventista de Ensino: ‘O tempo passa e os valores permanecem’.

Aqueles que quiserem fazer parte na seleção de professores para a Escola de Música, envie o currículo para: raquel.ross@adventistas.org.br

Filosofia Adventista para o Músico

Renato Domingues e Raquel Ross serão os responsáveis diretos pela Escola de Música.

Renato Domingues e Raquel Ross serão os responsáveis diretos pela Escola de Música.

A Igreja Adventista na América do Sul elaborou um documento que orienta o músico adventista quanto ao perfil adequado. Algumas características são em relação à sua postura cristã, ética pessoal e o ministério que deve desenvolver com a música dentro e fora da Igreja.

“Que nossos músicos sejam autênticos e consagrados, e que, acima de tudo, usem seus dons musicais para honrar a Deus e levar pessoas ao Seu encontro”, destaca Renato Domingues, líder de Educação no sul do Rio de Janeiro.

[Equipe ASN, Fabiana Lopes e Márcia Cavalcante]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox