Notícias Adventistas

Mordomia Cristã

Encontro de Tesouraria e Mordomia Cristã desafia líderes religiosos no ES

O programa trabalhou com a temática do projeto ‘Sou Adorador’ que objetiva criar nos fiéis o senso de fidelidade e pertencimento cristão


  • Compartilhar:
Organizadores do evento, pastores Denis Magalhães e Daniel Toledo, dão as boas vindas aos líderes de Tesouraria e Mordomia Cristã da ASES (Fotos: Paulo Donna).

Cerca de 500 voluntários se reuniram no último sábado (14) para o encontro anual de Tesouraria e Mordomia Cristã da Igreja Adventista. Eles que trabalham como voluntários das respectivas áreas nos templos da região centro sul do Espírito Santo puderam se encontrar novamente depois de dois anos de eventos online. O encontro trouxe como temática para 2022, o projeto “Sou Adorador”.

Um dos organizadores do evento e diretor geral de Mordomia Cristã da Igreja Adventista na região sul capixaba, pastor Denis Magalhães, explica que o objetivo do programa foi promover nos líderes locais os princípios da fidelidade.

“Esses líderes são responsáveis por trabalhar em cada igreja, junto aos pastores locais, uma das áreas estratégicas da Igreja. Por isso, quisemos enfatizar a importância de se colocar Deus em tudo que fizermos, a necessidade do crescimento da vida espiritual, a confiança na organização adventista, o gerenciamento da vida pessoal que passa pelo equilíbrio de boas decisões e hábitos, a administração das nossas rendas e o sustento da Igreja que passa pelos dízimos e ofertas”, detalha.

Cerca de 500 líderes foram motivados e desafiados durante encontro no último sábado (14). Encontro volta a ser presencial depois de dois anos de eventos online.

O evento trouxe como palestrante, o pastor Demóstenes Neves da Silva, que falou sobre a responsabilidade de cada pessoa na missão evangélica. Já o pastor Felipe Carvalho destacou a importância de criação das Equipes Distritais de Mordomia Cristã (EDMCs) como forma de construir uma agenda de discipulado e formação espiritual junto aos membros e interessados.

Gustavo Silva é tesoureiro da Igreja Adventista do bairro Glória, em Vila Velha, e foi um dos participantes do encontro. Para ele, o momento foi de reafirmar seu compromisso neste ministério. “Já estava com saudades desse encontro, fazia tempo que não revia algumas pessoas. Hoje foi um dia muito construtivo tecnicamente porque falaram sobre as responsabilidades do tesoureiro, mas também de enriquecimento espiritual”, ressalta.

Assuntos como o aplicativo de adoração e devolução de dízimos e ofertas 7me e a importância de as igrejas realizarem o seguro físico e de pessoal com a ARM também teve espaço especial na programação. O encontro também contou com a participação musical do quarteto Athus que realizou um recital.

“Eu trago no coração o Salmo 101:6 que fala que os olhos do Senhor procurarão os fiéis da terra, para que estejam com Ele, e o que anda em caminhos retos, O servirá. O papel do tesoureiro é ajudar a comunidade cristã com esta fidelidade que Deus espera de cada um de nós. Tanto no tempo que dispomos, quanto com nossos talentos, rendas financeiras e como encaramos a Igreja”, afirma o tesoureiro da ASES e um dos organizadores do evento, pastor Daniel Toledo. Ao final do encontro, cada líder foi desafiado a trabalhar de maneira conjunta com os outros ministérios eclesiásticos e que fidelidade da Igreja depende do esforço pessoal e coletivo do grupo.