Notícias Adventistas

Mordomia Cristã

Capixaba passa em dois concursos e decide se manter fiel em resposta à oração

Foi em uma Semana de Mordomia que Claudiane Faria se sentiu impactada pelas mensagens e decidiu clamar a Deus em busca de um direcionamento profissional.


  • Compartilhar:
Claudiane atualmente mora em Nova Venécia, norte do Espírito Santo (Foto: André Azevedo)

Claudiane Faria fez administração, mas se frustrou por não atuar na área que havia se planejado para trabalhar. Sua idealização profissional girava em torno de ser uma bem-sucedida bancária. O que não aconteceu. Claudiane e se formou e mesmo empregada como secretária em uma instituição educacional, a capixaba sabia que não era para aquela função a que havia se dedicado a estudar.

Leia mais:

"Comecei, desde àquela época, a questionar a Deus, do porquê ele não me dar isso", lamenta ao lembrar do período de faculdade em que tentou inúmeras vezes atuar no ramo bancário. Apesar das boas notas e do currículo impecável, nada contribuía para direcionar a carreira de Claudiane no sentido do que ela almejava.

Somado aos anos de frustração, o emprego que conseguiu também tinha prazo de validade. E depois de algum tempo, Claudiane também se encontrava desempregada. Diante desse contexto, a capixaba decidiu ir à uma Semana de Reavivamento, do departamento de Mordomia e a mensagem do orador a impressionou.

A história de Claudiane foi contada na meditação de pôr-do-sol no ano de 2013 para toda a América do Sul (Foto: André Azevedo)

"Eu rasguei meu coração pra Deus", revela. "O Senhor precisa fazer um milagre na minha vida diante de todas as frustrações que eu já tinha passado", clamou.

Resposta à fidelidade

As coisas não começaram a mudar, como Claudiane pensou. Tempos após a sua oração, teve a oportunidade de realizar uma entrevista de emprego, mas por conta do sábado, ela perdeu a vaga. Tentou ainda um concurso público, mas não passou. Mesmo desapontada e cheia de dúvidas e incertezas, a oração, começou a surtir efeito. Do coração, Claudiane sentia paz e serenidade de quem sabia que Deus estava reservando algo melhor.

E estava. Não muito tempo depois, Claudiane prestou dois concursos públicos e passou em ambos. Provas estas mais difíceis do que o exame anterior que havia reprovado.

"Deus me honrou (...) E sabe o que é mais incrível? Eu passei exatamente na área que eu tinha pedido a Deus", declara.

Claudiane conta que além da oração se empenhou em continuar estudando para os concursos, mesmo tendo reprovado (Foto: André Azevedo)

Atualmente, Claudiane atua como concursada de uma instituição federal no Espírito Santo. Em resposta à oração, ela se manteve fiel. Devolveu seu primeiro salário como forma de gratidão ao que Deus havia feito por ela e em razão do pacto feito durante a Semana de Mordomia. E se propôs nesta mesma oração a contar sua história de fé onde quer que tivesse oportunidade.

"Eu decidi ser fiel a Deus porque este é um princípio do reino eterno", conclui.

Herdeiros do Reino

Ao longo desta semana, a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) no centro-norte do Espírito Santo tem se engajado no movimento promovido pelo departamento de Mordomia. A Semana de Reavivamento faz parte do calendário da IASD e inúmeros templos e grupos têm realizado esta programação para debater a relevância da fidelidade na comunidade cristã adventista.

"Mordomia é mais do que dinheiro. Deus é o dono do ouro e da prata, mas existe algo que Deus não pode tomar à força, que é o nosso coração", explica o líder do departamento na Associação Espírito Santense pastor Marcelo Aurino.

Assista o testemunho na íntegra: