Notícias Adventistas

Voluntários do projeto Um Ano em Missão chegam ao Rio

10 jovens irão trabalhar um ano em Manguinhos e Higienópolis.

14 de março de 2017

Servidores de escritório da igreja conheceram os participantes do projeto.

Rio de Janeiro, RJ… [ASN] Um dos projetos mais ousados de trabalho missionário contínuo teve início mais uma vez no Rio de Janeiro. Dez jovens vindo da região sul do Espírito Santo desembarcaram na cidade para participar da edição 2017 do projeto Um Ano em Missão. Eles foram apresentados oficialmente na manhã desta terça-feira no escritório que administra a igreja adventista na capital, onde receberão a assistência necessária para a realização do trabalho.

Leia também:

Os participantes foram apresentados durante o culto diário que os servidores do escritório participam. Na ocasião, cada um deles falou sobre como surgiu a motivação para participar do projeto e suas expectativas quanto ao trabalho. A jovem Silvana Dias, que veio de Vila Velha, é uma das voluntárias. Ela que é bibliotecária, mas atualmente estava desempregada, já participou de outros projetos missionários na sua cidade, o que ajudou a desenvolver o gosto por esse trabalho. “Eu trabalhei como missionária junto com o pastor lá de onde eu vim. Nós trabalhávamos todos os dias para que as pessoas conhecessem mais sobre Deus e o evangelho”, conta.

Silvana confessa que o trabalho em missão é bastante intenso. No entanto, ela diz que a motivação de ajudar as pessoas a estar mais perto de Deus é ainda maior. “Eu tenho uma vontade de ajudar a apressar a volta de Jesus. Quando fiquei sabendo dessa plano da Associação Rio de Janeiro de trabalhar um ano aqui eu achei a iniciativa espetacular”, elogia.

Como o próprio nome do projeto já diz, os participantes irão passar um ano nos bairros de Manguinhos e Higienópolis, na zona norte do Rio. Eles ferão visitas aos moradores, oferecerão estudos da Bíblia, irão liderar programações especiais nas igrejas e grupos dos dois bairros, auxiliar clubes de Desbravadores e Aventureiros e atuar em ministérios especializados, como é o caso de Silvana, que irá trabalhar com os deficientes auditivos. “Recentemente eu aprendi a me comunicar em LIBRAS. Assim, eu pretentendo trabsmitir o evangelho através da linguagem de sinais porque esse é um público que também precisa conhecer sobre Deus e sobre a volta de Cristo”, pensa.

O Projeto

A ideia de levar jovens a dedicar um ano de trabalho no campo missionário surgiu nos Estados Unidos, em 2013. Na época, 14 jovens de diversas partes do mundo trabalharam como parceiros do programa de Evangelismo para Grandes Cidades, da Conferência Geral, escritório que administra a Igreja Adventista do Sétimo Dia em todo o mundo. Logo após isso a ideia foi difundida e resultou em projetos semelhantes. No Brasil o Rio de Janeiro foi a primeira cidade a sediar o projeto, que aconteceu em 2015. Na época, 24 jovens vieram de diversas partes do Brasil e de outros países sul-americanos e implantaram dois Centros de Ifluência, locais direcionados ao atendimento dos moradores. Além disso, eles também ajudaram a criar dois clubes de Desbravadores e ajudar 70 pessoas a tomar a decisão pelo batismo. [Equipe ASN, Douglas Pessoa]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox