Notícias Adventistas

Norte da Bahia contará com participação histórica de voluntários da Missão Calebe

Por Lorena Cardoso 4 de dezembro de 2019

Quase 23% dos adventistas na região norte da Bahia se envolverão com a Missão Calebe

Pela quantidade de pessoas envolvidas e ações realizadas, a Missão Calebe representa uma das maiores ações de voluntariado do país. Na Bahia e em Sergipe, pelo menos 15 mil pessoas deverão se envolver no programa que leva estudantes a trocarem as férias de janeiro pelo serviço social e pelo testemunho, tanto em lugares onde não há presença adventista, quanto em cidades com congregações pequenas que são fortalecidas pela ação dos jovens. É comum a decisão de pessoas pelo batismo, interessadas em viver uma nova experiência cristã.

A região norte da Bahia vai responder por cerca de 7 mil voluntários, quase a metade esperada de participantes baianos e sergipanos. Será a maior mobilização já ocorrida na região. Como na região vivem pouco mais de 31 mil adventistas, serão quase 23% do número de membros envolvidos na campanha – Quase um quarto de todos os adventistas servindo como voluntários da Missão Calebe em Janeiro. Mais de 5 mil pessoas já se inscreveram no programa, que vai contar com 250 equipes e o reforço de desbravadores, que formarão o núcleo de Calebes de Lenço, referência ao serviço da igreja com adolescentes de 10 a 15 anos.

Evento ofereceu capacitação evangelística para líderes e voluntários da Missão Calebe no norte baiano.

Em Capim Grosso, BA, a 272 km de Salvador, cerca de 450 voluntários se reuniram no Centro Cultural dos Jovens Adventistas – CCJA, para um treinamento com foco no evangelismo. O evento contou com palestras do líder do Ministério Jovem da Igreja Adventista do Sétimo Dia para a região norte da Bahia, pastor Rafael Mestre, e também com o pastor Quirino Pimentel, responsável pela área de Evangelismo e Ministério Pessoal da Igreja no mesmo território.

Durante a convenção, os líderes foram motivados a se consagrarem e se colocar à disposição para fazer a obra de Deus. “Não existe um único jeito de dar certo. Ore e peça a Deus que envie o Espirito Santo e te diga como pode dar certo naquele local”, palavras do pastor Cleiton Lins, presidente da ABN.

Os líderes saíram comprometidos a envolverem suas equipes desde já. Os evangelistas, junto com os pastores, traçaram metas de estudos bíblicos e batismos. “O primeiro batismo que precisar ter na sua Missão Calebe é do jovem. O jovem da sua igreja precisa ser batizado pelo Espirito Santo antes de todo mundo”, destacou o pastor Cleiton Lins.

“Eu espero que o Calebe 2020 seja um grande movimento. Que os alvos sejam alcançados, que os jovens estejam envolvidos. Mas eu espero e oro para que seja o último, para que assim possamos logo ver Jesus voltar. Eu espero que ano que vem, Jerusalém”. Concluiu pastor Rafael Mestre.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox