Notícias Adventistas

Missão Calebe no sul do RJ contou com 2 mil jovens

Por Iale Azevedo 11 de fevereiro de 2021

Jovens se engajaram em ações sociais e evangelísticas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Desenvolver projetos sociais e levar a mensagem de esperança aos que precisam são atividades que as equipes do projeto Missão Calebe desempenham com frequência. Este ano,  cerca de 2.100 jovens, apenas da região Sul do Rio de Janeiro, se dedicaram à essa missão. Durante 15 dias, os jovens  entregaram cestas básicas, reformaram ou construíram casas, doaram sangue, ajudaram pessoas em situação de rua, e foram testemunhas de  histórias inspiradoras de reencontro, perdão, mudança de vida e submissão à Deus.

Joyce foi batizada após contato com os calebes. (Foto: Arquivo Pessoal)

Um dos resultados foi a transformação de vida da dona de casa Joyce Tibúrcio que, após receber cestas básicas de uma das equipes de calebes, decidiu deixar a religião que praticava e ser batizada na Igreja Adventista, juntamente com sua filha, Yasmin da Silva.  Mudança que também aconteceu na vida do jovem Jailton Pacheco, de Santa Cruz, que se interessou em ajudar a equipe nas ações sociais. Nos momentos de descanso,  estudava a Bíblia junto com a equipe. No final do projeto, ele entregou sua vida a Jesus através do batismo.

Em outra região da cidade do Rio de Janeiro,  Pavuna, o Missão Calebe em breve receberá uma homenagem! No ano de 2019, Hélder Cardoso estava na lista de interessados em estudar a Bíblia. No entanto, passava por grandes necessidades financeiras. Os Calebes decidiram ajudá-lo na construção de sua casa. E esse ano, esperando a chegada de um bebê, Hélder e esposa já escolheram o nome do filho: Calebe. Uma forma de agradecer à Missão pelo que fizeram.

Oportunidade de vida

Os jovens encontraram Andreia a ponto de cometer suicídio. (Foto: Arquivo Pessoal)

Os calebes da região do Casarão presenciaram a bondade de Deus na vida da aposentada Andréia Guimarães. Após um culto de celebração, na igreja adventista do Horto Florestal, no dia 15 de janeiro, os jovens decidiram voltar para casa caminhando. No meio do trajeto, viram uma senhora que se encontrava em grande desespero e chorando muito. Eles se aproximaram dela e perguntaram o que poderiam fazer. Sem resposta, eles decidiram orar e conversar um pouco com ela. Ao se sentir mais calma, Andréia lhes contou que tudo estava perdido, não tinha mais condições de viver e que estava indo se atirar na frente de um ônibus. Ela foi convidada a assistir ao culto, no sábado pela manhã. “Foi um culto maravilhoso. Senti o abraço de Deus através deles”, disse Andréia.

Alegria após a perda

A Missão Calebe em Vila de Cava não mexeu somente com os membros, mas, movimentou a comunidade onde a igreja está inserida. A equipe, composta por 34 pessoas, se envolveu ativamente na missão de levar consolo, paz, pão físico e espiritual à dezenas de pessoas.

Entre essas pessoas que tiveram suas vidas transformadas, está o Nelson Ramires, que conheceu a TV Novo Tempo há pouco mais de um ano, quando seu pai estava doente e precisou passar mais tempo com ele. Enquanto cuidava do seu pai, Nelson, que sofria com o vício em álcool, começou a assistir ao canal. Foi nesse período que ele foi encontrado por Cristo e através dos programas bíblicos e de saúde, decidiu abandonar o alcoolismo. Seu pai faleceu no fim de 2020. Porém, Nelson continuou assistindo a Novo Tempo, recebeu a  visita dos Calebes. No dia 30 de janeiro ele foi batizado pelo pastor Tiago Pillar. “Neste tempo de pandemia onde muitos ficaram isolados e até desamparados, a Missão Calebe foi um ponto de mudança na vida de muitas vidas”, afirmou o pastor.

Nelson conheceu a igreja através da TV Tempo e estudou a Bíblia com os calebes antes do batismo. (Foto: Arquivo Pessoal)

Nesse ano, 116 pessoas foram batizadas através do Missão Calebe na região sul do RJ e centenas estão estudando a Bíblia – quer seja no modo convencional, em pequenos grupos ao ar livre; ou de forma digital – . Para o líder dos jovens da Associação Rio Sul, Gustavo Marques, a Missão Calebe 2021 foi de suma importância. “Foi histórica. Superou as expectativas e tivemos mais de dois mil Calebes, além de centenas de histórias inspiradoras. O que mais me emociona é ver a diferença que a Missão Calebe faz na vida dos nossos jovens”, conclui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox