Notícias Adventistas

Jovem dedica segundo ano consecutivo para a missão

João Gabriel está em treinamento com mais 94 jovens para participar do Um Ano em Missão durante 2021. Em 2020, ele fez seu próprio projeto missionário, dentro de casa

Por Jenny Vieira 20 de janeiro de 2021

Voluntários estão em sua terceira semana de aulas sobre missão. Foto: Ellen Lopes

Cerca de 95 jovens optaram por dedicar esse ano para o voluntariado na região Centro-Oeste do país. Eles farão parte do projeto Um Ano em Missão que acontece todos os anos em diversas regiões do Brasil e do mundo. O treinamento está acontecendo no Colégio Adventista Brasil Central (CABC), em Abadiânia – GO, desde o dia 03 de janeiro, e seguirá até o dia 30 desse mês.

Para a maioria dos 95 voluntários, este é o primeiro ano dedicado à missão, no entanto, para João Gabriel Gonçalves, 23, este ano já é o segundo em que se dedica totalmente a falar de Jesus para as pessoas.

Equipes do projeto Um Ano em Missão. Foto: Arquivo pessoal

No ano passado, João também foi um dos selecionados para fazer parte do projeto Um Ano em Missão. Após participar do treinamento, foi encaminhado para a cidade de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Dois meses se passaram e foi anunciada a pandemia. Era março de 2020 quando João retornou para sua casa, na cidade de Piranhas – Goiás.

O problema é que antes de ir para o projeto missionário, João havia trancado a faculdade e pedido demissão do trabalho, onde há poucos meses havia se tornado gerente. Agora, de volta à sua cidade, não sabia muito bem por onde recomeçar. “Nossa, Senhor! Larguei tudo pra ir e agora estou aqui de volta?!”, brigou com Deus. “Pensei que seria um ano perdido. Mas depois eu refleti: ‘eu separei esse ano para a missão, então vou fazer meu próprio Um Ano em Missão, aqui dentro de casa mesmo’”, contou o jovem.

Já que sair de casa não era uma opção, por conta da pandemia, João usou suas redes sociais para oferecer estudos bíblicos online. Aos poucos, a procura foi aumentando e o rapaz chegou a criar duas classes bíblicas, uma para não adventistas e outra para adventistas. Os estudos alcançaram pessoas de diversos estados do Brasil e, ainda, duas pessoas da África.

Imagem que divulgou em suas redes sociais. Foto: Arquivo pessoal

Quando faltava apenas dois meses pra acabar o ano, as classes e estudos bíblicos já haviam terminado, e João recebeu o convite para colportar e fazer a Escola de Missão, juntamente com a colportagem. “Se fosse apenas para colportar, eu não aceitaria, mas com a escola de missão, eu me empolguei. Quando fala em missão pra mim, meu coração pulsa. Fui pra colportagem sem o foco de ganhar dinheiro, mas no final dos dois meses, com a ajuda Deus, eu havia conseguido lucro financeiro e mais 22 estudos bíblicos”, comemora.

Ao todo, durante o ano de 2020, João estudou a Bíblia com 66 pessoas, e sete delas se entregaram a Jesus por meio do batismo, ainda no ano passado. Quando o ano terminou, além de recrutar vários jovens para participarem do projeto Um Ano em Missão de 2021, João resolveu se inscrever novamente e passar mais um ano em missão, agora longe de sua casa.

 

Dessa vez, o projeto ganhou adaptações e poderá ser realizado de forma segura para os participantes.

“Quando os voluntários chegaram ao CABC, fizeram o teste para COVID-19, e ficaram em quarentena por uma semana, apenas se relacionando com as pessoas do mesmo quarto. Após a testagem negativa e a liberação da enfermaria, eles puderam se relacionar com os demais colegas, sempre com o uso de máscaras e álcool em gel”, explicou o pastor Richard Ogalha, líder jovem para a região Centro-Oeste.

O treinamento, elaborado e organizado pelo Instituto de Missão da UCOB, em parceria com o Ministério Jovem da região, conta com a participação de diversos profissionais que tratam de assuntos como: Comunicação na Missão, Liderança, Profecias, estudos aprofundados da Bíblia, Como lidar com a timidez e muitos outros.

Um Ano em Missão sem sair de casa

A ideia de fazer Um Ano em Missão sem precisar ir pra longe, como fez Joao Gabriel, também tem alcançado outros jovens. Nayanne Silva, por exemplo, está participando do treinamento do OYiM, mas com uma proposta diferente dos demais. Assim que o treinamento acabar, ela vai voltar para Campo Grande, onde reside, e recrutar jovens para juntos elaborarem um plano de missão em sua própria cidade. A diferença é que esses jovens não vão precisar trancar a faculdade, nem abandonar o emprego. Vão apenas agregar a missão ao seu dia a dia. “Eu olhei pra minha igreja e vi que não tinha jovens. Fiquei preocupada com o futuro dela. Por isso, decidi que precisava fazer algo pela minha igreja e por outras da mesma região”, explica Nayane. Desde 2019, junto com sua mãe, Nayanne lidera um Clube de Desbravadores, trabalhando com mais de 50 crianças não adventistas e suas famílias. “Eu vim para o treinamento junto com a minha amiga Letícia, para aprendermos novas estratégias e levarmos isso para a nossa cidade”, conclui.

Confira abaixo algumas fotos do treinamento do Um Ano em Missão:

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox