Notícias Adventistas

Impacto Criciúma tem forte mobilização missionária

Foram nove pontos de pregação liderados pelos adventistas da cidade do Sul de Santa Catarina

Por Daniel Gonçalves 14 de novembro de 2018

Celebração no último dia reuniu adventistas envolvidos

Uma mobilização de adventistas de toda a cidade. Foi esse o resultado do Impacto Criciúma, realizado na semana passada (4 a 10 de novembro) no município do sul de Santa Catarina. Nove igrejas estiveram abertas todas às noites e receberam interessados que foram convidados pelos próprios membros de cada congregação. Ao todo, 50 batismos foram realizados e muitas outras pessoas pediram para saber mais sobre a Bíblia.

O evento teve um diferencial, se comparados a outros evangelismos regionais: desta vez não houve apenas um ponto de pregação, mas nove. “Percebi que meu distrito que quando é feito em apenas um ponto de pregação, o envolvimento é menor. Mas agora que foram vários locais, esse número é multiplicado. Assim, tivemos mais mobilização e mais irmãos convidando amigos. As igrejas compraram a ideia”, ressalta o pastor Lucas Durão, do distrito central de Criciúma.

O Impacto Criciúma foi totalmente dirigido pelos membros locais, que tiveram o apoio dos pastores da sede administrativa da Associação Catarinense – AC (IASD centro sul/SC). Os adventistas dirigiram os louvores, cuidaram da recepção, visitaram interessados e deram estudos bíblicos. Um movimento que começou meses antes. “Quem traz as pessoas para Jesus são as próprias ovelhas. O lindo de todo esse trabalho foi ver os irmãos se envolvendo e trazendo seus próximos”, salienta o pastor Jeferson Fortes, líder da área de Evangelismo – AC.

Para encerrar a campanha evangelística uma grande celebração foi realizada no sábado, 10 de novembro, onde reuniu boa parte dos adventistas participantes. “Fizemos esse evento para os nossos membros sentirem que através da mobilização deles tivemos uma grande propagação do evangelho”, acrescenta o pastor Fortes. Neste último encontro ainda aconteceram 15 batismos.

Márcio de Souza pediu uma resposta de Deus

Entre os batizandos está Márcio de Souza. Sua história de conversando começa no início do ano em um encontro evangelístico com o pastor Luís Gonçalves. “Eu fui no evento para levar minha esposa e não para assistir. Mas lá comecei a me interessar e preenchi o papel entregue para receber uma visita. Entretanto orei a Deus dizendo que se a Igreja Adventista era realmente a igreja verdadeira, eu receberia uma visita na minha casa no dia seguinte”, explica Márcio.

E sua oração foi respondida. O casal Edilson e Karina Sturmer pegaram o papel naquela noite e no dia seguinte não perderam tempo, foram visitar aquele homem. “Eu fiquei muito feliz porque minha oração não se perdeu. Isso foi uma prova de Deus. Ele me queria para Sua obra e pretendeu trabalhar fortemente na pregação do evangelho”, conclui Márcio.

“Como diz o pastor Luís Gonçalves: não basta ser adventista, tem que ser evangelista. Há 10 anos sou adventista e meu desejo sempre foi de compartilhar essa mensagem de salvação. E por isso não parei de visitar e dar estudos bíblicos. Imaginar um dia sem visitar alguém me dá um incomodo. Só irei parar quando Jesus voltar”, finaliza Edilson Sturmer.

Outras cidades: Ao todo, são 380 evangelistas voluntários que estão na região centro sul de Santa Catarina realizando até o final do mês campanhas evangelísticas locais.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox