Notícias Adventistas

Igreja no Centro-Oeste promove vigília online para unir jovens em meio à quarentena

Pequenos grupos, visitas pastorais, atendimentos psicológicos e outras atividades virtuais têm movimentado fiéis

Por Jenny Vieira 30 de março de 2020

Cada participante entrou por chamada de vídeo de sua própria casa, para realizar a primeira vigília online da região Centro-Oeste do país

 Com o objetivo de manter a unidade entre os membros e reacender a esperança dos fiéis frente à crise mundial causada pelo novo Coronavírus, a Igreja Adventista no Centro-Oeste do país, tem promovido atividades on-line para que cada um participe de sua própria casa. Os 1.505 templos da região estão fechados para cultos, mas os programas continuam sendo transmitidos pelas plataformas digitais.

Leia também: 

Psicólogos oferecem atendimento online e gratuito em meio à pandemia do Coronavírus

Coral de Brasília utiliza a tecnologia para fazer ensaio durante a quarentena

No último final de semana, uma vigília Jovem com o nome Together online, relembrou o maior evento de missão do Brasil que aconteceu em novembro do ano passado, na capital. “O objetivo foi mobilizar os nossos jovens e renovar neles o compromisso de buscarem todos os meios possíveis para pregarem o evangelho. Quando realizamos o Together no ano passado, a ideia era empoderar a juventude. Neste sábado, no Together online, nosso propósito foi relembrar os jovens de que a missão deve continuar, independente das circunstâncias que estamos enfrentando. Nossa juventude deve permanecer unida”, explicou o pastor Alijofran Brandão, presidente Igreja para todo o Centro-Oeste. Durante o programa, o pastor e orador Odailson Fonseca instigou os jovens: “Nunca houve uma época em que a pregação do evangelho dependesse tanto de uma só geração, como hoje”. Afinal, o isolamento social deixa o meio virtual como única alternativa para falar do amor de Deus. A vigília que contou com a participação de cantores como Jefferson Pilar, Trio Discípulos e Leonardo Gonçalves, teve a audiência de mais de 5 mil telespectadores ao vivo.

O pastor Odailson Fonseca (na direita inferior) foi o orador principal da vigília.

Outras iniciativas localizadas também têm movimentado a igreja nesta região. Na cidade de Pequizeiro – TO, por exemplo, um grupo de membros se reúne via whatsapp, para combinar a arrecadação de alimentos e entregar cestas básicas para famílias carentes. O trabalho já era realizado antes da epidemia e, para não deixar de atender às famílias e respeitar as medidas de isolamento social, algumas adaptações precisaram ser feitas. Atualmente, uma casa é escolhida para que os membros da igreja entreguem alimentos não perecíveis, em horários diferentes para não gerar aglomeração. Outra pessoa fica responsável por higienizar os pacotes recebidos e montar as cestas, que são depositadas no quintal das famílias necessitas.

No DF e Entorno, pastores fazem visitas virtuais para manter o contato com seus membros e pequenos grupos fazem suas reuniões por chamadas de vídeo. “Uma das grandes funções dos encontros presenciais na igreja é lembrar que você não está sozinho nessa caminhada e agora é um momento em que não podemos ter isso. Então, o encontro virtual serve pra gente relembrar isso. É legal ver que os amigos ainda estão lá, mesmo à distância”, comentou Raquel Silva, que tem se encontrado semanalmente com o seu pequeno grupo.

Raquel já se reúne presencialmente com o grupo há quase um ano e, durante quarentena, optaram pela reunião virtual.

Em Goiás, dez psicólogos se voluntariaram para atendimento gratuito a pessoas que enfrentam situações difíceis, também por meio de aplicativos de vídeo chamada. A ação visa evitar que a solidão piore ainda mais os quadros depressivos e outras doenças psicossomáticas.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox