Notícias Adventistas

Igreja Adventista do bairro Liberdade, em Novo Hamburgo, é organizada

Templo já havia sido inaugurado em 2017, mas ainda com status de grupo adventista.

Por Willian Vieira, com informações de Wellington Graepp 2 de fevereiro de 2019

Líderes da sede administrativa adventista para o norte do Rio Grande do Sul compareceram no mês de janeiro (19) à cerimônia de organização da Igreja Adventista do bairro Liberdade, em Novo Hamburgo. Ainda quando tinha status de grupo, um novo prédio já havia sido inaugurado em abril de 2017.

O embrião do que viria a ser a igreja se formou durante o mês de abril de 2010, quando alguns fiéis da Igreja Adventista Central de Novo Hamburgo se reuniam em um pequeno grupo na garagem de Eduardo. Entre eles, estavam Erwilson, Arceli, Jonas, Penalva, Santa, Nelci, Jaqueline, Dorvalino, Fernando, Silas, Selanira, Nelson e Valda, além das famílias de alguns deles.

Aos poucos, o envolvimento destes e outros fiéis que ali chegavam fizeram com que Claudenir de Assis, o pastor responsável pela igreja de Novo Hamburgo, e outros líderes, buscassem um local maior para que também funcionasse no período sabático com a Escola Sabatina, cultos diversos e programações voltadas aos jovens. No mesmo ano, mas no mês de outubro, mudaram para outra garagem, localizada no Rio dos Sinos, onde, de fato, começou o grupo adventista do bairro Liberdade.

No entanto, algumas dificuldades como o calor intenso e a não aceitação de parte da vizinhança, refizeram os planos dos fiéis, agora sim, em torno da busca de um terreno visando a construção de uma igreja. Ainda assim, a partir de dezembro de 2010 as reuniões passaram a ser na rua Rio Amazonas, a duas quadras da estação Industrial do Trensurb e a três quadras da avenida Sete de Setembro. Os integrantes permaneceram neste endereço por cinco anos e meio.

Em 2012, a presença adventista no bairro foi consolidada com uma série de iniciativas evangelísticas, como a Semana Santa, organizada pelo Clube de Desbravadores, a Semana da Família, além da assistência dada pelo pastor Adalmiro Cardoso. No ano seguinte, o grupo pôde vislumbrar novos ares com a notícia da aquisição de um terreno para a construção. Neste ano, o grupo era dirigido pelo voluntário Nelson Nunes.

Em 2014, Selanira Costa assumiu a direção e foi quando ocorreu, pela primeira vez no bairro, o projeto Missão Calebe, onde foi feita uma Escola Cristã de Férias com uma média de 20 crianças presentes. Naquele ano, o pastor Lucas Rodor ministrou orientações aos envolvidos na iniciativa. Além dele, o pastor Rafael Camargo favoreceu as atividades evangelísticas, inclusive a partir do estabelecimento de vigílias nas noites de sábado em parceria com outras igrejas.

Na mesma época, uma casa antiga presente no terreno em que seria construída a igreja foi derrubada. Em 2015, o pastor Juarez Zinn, novo responsável pelo distrito, deu continuidade aos trabalhos de desenvolvimento do grupo. Enquanto isso ocorria, no início de novembro (03), o pontapé na construção do prédio para o grupo foi dado. Em 2016, o trabalho do obreiro Luís Paulo em parceria com os pastores Marcelo e Henrique gerou uma série de estudos bíblicos com interessados por aprofundamento da Palavra de Deus.

No ano de 2017, o grupo aumentou ainda mais a partir dos projetos missionários e estudos bíblicos, apoiados pelos líderes de departamento da sede administrativa adventista para a região central do Rio Grande do Sul – responsável direta pelo distrito na época. Em abril (29), foi realizado o primeiro culto no prédio construído, na rua Figueira, 76, ainda com status de grupo. A inauguração aconteceu na tarde daquela mesma data e ao longo do ano, mais 13 pessoas entraram na lista de membros por meio de novos batismos.

E em 2018, após a reestruturação dos territórios da Igreja Adventista, o grupo do bairro Liberdade continuou o processo de crescimento. Agora, com um trabalho mais consolidado e construído ao longo de anos, programações diversas colaboraram com o objetivo de alcançar mais fiéis. Sob a liderança dos pastores Wellington Graepp, Adalmiro Cardoso, e o empenho dos fiéis com as duplas missionárias e ministração de estudos, 15 pessoas aceitaram o batismo. O trabalho também aconteceu a partir de intenso apoio do pastor Patrick de Sá.

Foi então que, no dia 19 de janeiro de 2019, o templo mudou de status de grupo para igreja organizada, data marcante para a igreja do bairro Liberdade. Vale ressaltar que a construção do templo recebeu apoio de diversas frentes, assim como as sedes adventistas para o Sul do Brasil, centro e norte do Rio Grande do Sul, além de fiéis de outras igrejas que preferem manter seus nomes no anonimato.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox