Notícias Adventistas

Estudantes de Gravataí e Esteio realizam trabalho voluntário na Argentina

Além de atividades missionais, foram feitas reformas e limpeza na igreja que hospedou os brasileiros.

Por Giovanni Manzolli 25 de julho de 2019

 

Os missionários se hospedaram na própria igreja que reformaram.

49 pessoas, entre alunos e servidores, dos colégios Adventistas de Esteio e Gravataí, participaram da Missão Calebe na cidade de San Miguel, zona metropolitana da capital argentina, Buenos Aires. O grupo viajou para Buenos Aires no dia 11 deste mês e retornou ao Brasil no último domingo (21).

“O objetivo da Missão era fazer um impacto evangelístico, na região da Igreja Adventista de San Miguel Oeste e uma reforma estrutural na igreja. O local era bem precário, então nós fomos lá para fazer um impacto interno, visitando os membros e trabalhando intensamente na repintura da igreja, lixamento de paredes e limpeza. Os membros não tinham condições de fazer isso sozinhos”, esclarece Lucas Muletaler, professor de ensino religioso do colégio de Esteio.

Leia Também: 

Escola Adventista de Alvorada organiza campanha Inverno Amigo

Os voluntários se hospedaram na própria igreja que reformaram. Entre os serviços realizados, organizou-se ações do projeto Impacto Esperança, nas quais foram entregues cerca de 1.600 edições do livro Em Busca de Esperança. Os adolescentes e funcionários visitaram as casas dos membros da igreja da região, parte da viagem que marcou Maria Eduarda Ayres, estudante do segundo ano do ensino médio, do Colégio de Esteio.

 

“O objetivo da Missão era fazer um impacto evangelístico, na região da Igreja Adventista de San Miguel Oeste e uma reforma estrutural na igreja”, explica Lucas Muletaler, professor de ensino religioso do Colégio Adventista de Esteio.

“A gratidão por ter participado dessa Missão é Inexplicável. A sensação de ter sido acolhida com tanto amor e carinho e de ter ficado tão próxima a Deus é indescritível. A gente foi com o intuito de ajudar e voltou muito mais ajudado”, conta a adolescente de 17 anos.

“Praticamente todo mundo lá, pelo que eu vi, estava focado no que tinha que fazer. Trabalharam duro e valeu muito a pena. Algumas senhoras foram extremamente carinhosas com a agente. Estas foram duas coisas que me marcaram muito, o envolvimento do pessoal e os irmãos de lá”, conta o aluno Filipe Gabriel Azevedo, 18, do terceiro ano do Ensono Médio, também do colégio de Esteio.

Ambas as instituições iniciam, neste ano, as atividades de seus novos núcleos de missões, com o objetivo de habilitar, treinar e enviar seus alunos para as atividades missionárias. O plano dos colégios, é de que seja realizada uma nova ação evangelística em San Miguel, no próximo ano.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox