Notícias Adventistas

Batismos são realizados durante quarentena, com medidas de prevenção

Por Érika Uchôa 7 de abril de 2020

No último domingo, 5 de abril, 5 pessoas foram batizadas durante o Treinamento de Evangelismo Digital da Missão Bahia Sudoeste, que contou com mais 2 mil participantes, pela internet.

Os batismos foram transmitidos ao vivo a partir das cidades de Santa Maria da Vitória, Jaguaquara, Inhobim e Luís Eduardo Magalhães. As cerimônias batismais foram realizadas sob medidas especiais de prevenção, devido período de distanciamento social, em função do enfrentamento ao COVID-19.

Usando máscaras e luvas, os pastores realizaram a cerimônias batismais diante de um público presencial de no máximo 3 pessoas. No entanto, a importância do momento não foi, de forma nenhuma, reduzida.

O pastor Fernando Barreto, que oficiou o batismo de Célia Maria, neste domingo, relata que o desejo de se entregar a Jesus e alcançar a paz foi, para ela, muito maior que as circunstâncias impostas pela pandemia: “Célia trabalha na área de saúde e tem acompanhado o desespero de muitas pessoas. Por mais que o mundo esteja acometido por este mal, ela não resistiu ao chamado do Espírito Santo. Sou agradecido por poder colaborar para que a história da irmã Célia Maria continue crescendo até que Jesus volte”.

Para o pastor Dione Silva, líder de evangelismo da Igreja Adventista no sudoeste da Bahia, a pandemia e a quarentena não podem interromper a missão da igreja: “Quando Cristo nos entregou esta Missão, ele ordenou que ela fosse ativa em tempo e fora de tempo. Nós não podemos deixar de avançar. Estamos adaptando os métodos para que a mensagem continue chegando até as pessoas que necessitam ouvi-la e, neste encontro, batizamos 5 pessoas. Foi um momento marcante pra nós, pois nunca havíamos presenciado uma cerimônia batismal realizada desta forma. Mas a salvação se manifestou na vida daquelas pessoas e o nosso propósito é continuar fazendo com que a missão da igreja aconteça, a despeito dos desafios que estão pela frente”.

Pastor Dione recomenda que o evangelismo digital deve ser uma das principais estratégias de pregação do evangelho, neste momento: “Nós cremos que o trabalho feito virtualmente vai produzir relacionamentos reais e essas pessoas alcançadas serão batizadas e passarão a fazer parte de nossas congregações, quando novamente estivermos reunidos. A reclusão deste momento não vai tirar de nós a alegria do reencontro, que vem a seguir. E esta alegria será muito maior do que os desafios que enfrentamos agora”.

As mulheres são parte fundamental no evangelismo. Em todo o território da Missão Bahia Sudoeste, o trabalho das mulheres no ministério pessoal tem sido relevante. O batismo de Cleiton Silva, realizado neste domingo pelo pastor Jhon dos Santos, em Inhobim, teve influência direta do trabalho de Débora dos Santos, esposa do pastor. Foi ela quem ofereceu os estudos bíblicos e acompanhou Cleiton em sua jornada de fé.

Para a professora Ruth Fontes, líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista no sudoeste da Bahia, as mulheres têm ido muito além de suas atividades domésticas, familiares e profissionais, durante a quarentena, e trabalhado como verdadeiras evangelistas: “As mulheres têm usado muito bem as ferramentas digitais para alcançar as pessoas com estudos bíblicos. Elas formam correntes de oração pela Semana Santa e intercedem pelas pessoas que estão ouvindo a mensagem. Elas também estão empenhadas em promover o bem, neste momento de crise, ao produzir e distribuir alimentos, confeccionar máscaras e se envolver em diversas atividades assistenciais.”

Para o pastor Eliezer Júnior, presidente na Igreja Adventista na região sudoeste da Bahia, nenhuma pandemia ou qualquer outra condição deve atrapalhar a missão de salvar: “Nenhum obstáculo deverá impedir uma decisão pelo batismo. Como mensageiros, precisamos viabilizar todos os meios, tomando os devidos cuidados, para que este momento de entrega a Cristo possa acontecer. A Igreja deve alcançar as pessoas e ter a certeza de que a oportunidade para a decisão foi dada. Não importa como, quem, quando, de que maneira, devemos nos adaptar às circunstâncias para não gerar nenhum empecilho nesse encontro entre as pessoas e o nosso Deus.”

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox