Notícias Adventistas

AC: 10 horas de oração tem forte envolvimento dos membros

Programação deste sábado teve a participação de todas as congregações da AC

22 de fevereiro de 2017

Igreja Adventista de Lageado Baixo

São José, SC… [ASN] O sábado, dia 18 de fevereiro, foi de oração nas mais de 200 congregações adventistas no centro sul de Santa Catarina (Associação Catarinense – AC). Os 10 Dias de Oração foram encerrados com as 10 Horas de Jejum e Oração neste sábado e a programação teve como maior destaque o envolvimento os adventistas. “O que mais me deixou feliz foi ver a dedicação de toda a igreja. A busca por Deus em suas vidas”, explica a professora Débora Abrascio, líder do Ministério da Mulher – AC.

Madrugada

Algumas programações começaram pela manhã, mas outras se destacaram por seu início ainda na madrugada. “Em Herval d’Oeste [Meio-Oeste] a igreja central da cidade começou às 2 da manhã e eles amaram disponibilizar esse tempo para Deus. Muitos comentaram que estar nesse horário na igreja proporcionou uma sensação de maior intimidade com o nosso Senhor”, comenta Edlei Aislan Pereira, pastor na região.

Decoração

Uma das sugestões da Divisão Sul Americana (DSA) foi uma decoração nas igrejas que fosse referente ao céu. Na Igreja Adventista do bairro Bela Vista, em São José, uma manta acrílica branca abrilhantou o corredor da igreja. “Esse dia especial com um ambiente preparado em um local sagrado colaborou com essa consagração das pessoas presentes”, destaca a professora Débora.

Comunidade

A oração não foi voltada apenas para as próprias pessoas. O Ministério da Mulher incentivou as igrejas a orarem pelas comunidades inseridas e fazerem o que fosse possível. “Teve congregações que prepararam pães para levar em hospitais, por exemplo. Em outros casos os membros visitaram pessoas que se afastaram dos caminhos de Deus”, acrescenta Débora.

Igreja da Baia Sul (Florianópolis) visitou a comunidade para entregar o pão físico e o espiritual

Estudo Bíblico

Na igreja da Baia Sul (Florianópolis) os adventistas foram as ruas para impactar a região. Eles distribuíram pães juntamente com uma cesta básica espiritual e em uma das casas visitadas houve uma grata surpresa: “Uma família estava estudando a Bíblia com a irmã Zenita, mas eles acabaram desistindo com o tempo. Entretanto ao receberam nossa visita a família decidiu retomar os estudos e no domingo eles já estavam nos visitando na igreja”, explica Karina Bernardes Sturmer.

“Vi igrejas que normalmente não lotavam nos cultos estarem cheias de pessoas ansiosas para se aproximarem de Deus. Percebo que esse comprometimento fará uma grande diferença na vida dessas pessoas e irá impulsionar ainda mais o trabalho missionário em 2017”, conclui a professora Débora. [Equipe ASN – Daniel Gonçalves.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox