Notícias Adventistas

Ministério da Mulher

A luta e a superação contra o câncer de mama

Márcia Brum venceu o câncer de mama e participou do Desafio Superação, em outubro. Atualmente, ajuda mulheres na conscientização da doença.


  • Compartilhar:
Márcia Brum (esquerda) venceu o câncer de mama e participou do Desafio Superação, em outubro. Atualmente, ajuda mulheres na conscientização da doença.

Foi durante um banho, em 2021, que Márcia de Azevedo Brum, do Rio de Janeiro, descobriu um caroço na mama esquerda. A desconfiança tornou-se uma triste realidade após exames de mamografia e ultrassonografia — diagnóstico confirmado em 2022, após uma biopsia.

Márcia, que já havia passado pela doença com a mãe, iniciou sua batalha três dias depois de completar 50 anos. “Desde o início, nunca questionei a Deus e só pedia que Ele me carregasse no colo e me concedesse forças para enfrentar cada etapa. Nos momentos que parecia que ia cair, recebia mensagens de ânimo, forças e coragem de pessoas queridas. É muito bom saber que alguém acordou de madrugada e orou por você”, conta.

A cirurgia foi tranquila e o tratamento prosseguiu. O oncologista descartou a radioterapia e, como protocolo, prescreveu quatro sessões de quimioterapia. Márcia temeu por essa fase, pelos efeitos e por seu cabelo. “Decidi ir ao cabeleireiro e saí de lá leve e feliz! Parecia que Deus queria falar comigo que eu precisava mostrar, de verdade, o problema que eu estava enfrentando para ajudar outras amigas e mulheres”, relembra.

Mudança no estilo de vida

Desde que descobriu o câncer, Márcia mudou a alimentação e a rotina diária. Este ano, ela participou pela primeira vez do Desafio Superação para apoiar e incentivar as mulheres sobre a importância de se cuidarem.

“Participar do desafio foi muito bom e ter conhecido outras mulheres que passaram pelo mesmo problema e estavam ali foi uma ótima experiência”, relata.

Márcia finalizou as sessões de quimioterapia com resultado positivo e manterá o tratamento de bloqueio hormonal por 5 anos. Ela tem contato seu testemunho de cura em algumas igrejas. “Preciso continuar cuidando da alimentação, exercício físico e Fé em Deus!”, finaliza.

Ações do Desafio Superação na região central do RJ

Dezenas de pessoas participaram do Desafio Superação no dia 23 de outubro, na Quinta da Boa Vista. Foto: Laudemar Silva

Além da participação de mais de 500 homens e mulheres no Desafio Superação na região central do estado, neste ano, as novas gerações também foram estimuladas a desenvolver o hábito saudável. Mais de 60 crianças participaram com os pais, de todas as regiões (Serrana, Caxiense, Guanabara e Leopoldina), ganhando uma versão ‘Superação Kids’.

“Se quisermos ter gerações mais saudáveis, precisamos trabalhar bons hábitos desde cedo!”, acrescenta a líder do movimento na região central do Rio de Janeiro, Adjane Firme.

Na Quinta da Boa Vista, aproximadamente cem pessoas participaram do Desafio, com a parceria da Educação Adventista e amigos das igrejas adventistas de Vila Isabel, Riachuelo, Penha, Olaria, Inhaúma e outras. No local, foram arrecadadas fraldas geriátricas e leite em pó para doação ao Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Na Quinta da Boa Vista havia mesa com frutas, água, sorteio e cada participante ganhou uma Revista Renova. Foto: Laudemar Silva

Além do Desafio com caminhada, corrida e ciclismo, igrejas realizaram ações sociais em variados formatos. Também foram distribuídos milhares de folhetos (mais de 5 mil) e centenas de livros missionários. No bairro São Francisco (Magé) realizaram arrecadação de alimentos, além da Feira de Saúde e atendimentos: manicure, pedicure, corte de cabelo, aferição de pressão e glicose e outros.

Em Areal e Imbariê, além do Desafio Superação, as pessoas realizaram uma Feira de Saúde, em Petrópolis, uma arrecadação de alimentos. Vários locais tiveram a corrida e caminhada com grupos de 50 ou mais pessoas, como: Duque de Caxias, Pedras, Copacabana, Ipae.

Várias igrejas realizaram o ‘Chá Rosa’ com a participação de amigas com orientações sobre o câncer, como: Cachambi, Capanema, Pedras, Piabetá, Xerém, Imbariê, Cantão, Alvorada, Santana do Pilar e Santa Cruz da Serra.


A Igreja Adventista do Sétimo Dia entende que o cuidado com o corpo faz parte não apenas de um estilo de vida equilibrado, mas trata-se de manter o templo do Espírito Santo em ordem para que Deus nele habite. Conheça mais sobre este assunto em Os oito remédios naturais.