Notícias Adventistas

Voluntários realizam mutirão de limpeza em importante lagoa do RN

A iniciativa é o resultado de uma parceria entre clubes de desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), escoteiros, jovens das Igrejas Maçônicas, da Batista  e bombeiros civis da cidade de Apodi, interior do Rio Grande do Norte.

29 de novembro de 2016

Nova Parnamirim, RN…[ASN]O Rio Grande do Norte (RN) se destaca no cenário do turismo nacional, pelas exuberantes belezas naturais formadas pelas praias, rios, lagoas e tantos outros atrativos do Estado, que seduzem durante todo o ano, turistas e visitantes de todo o mundo que se aventuram na descoberta de paisagens e encantos potiguares.

Mais de 40 sacos de 50 litros (cada) foram recolhidos com lixo e entulhos

Mais de 40 sacos de 50 litros (cada) foram recolhidos com lixo e entulhos dos arredores da lagoa

Um dos destaques do Estado, não só por sua beleza, mas por sua importância social, cultural e econômica para a região, é a Lagoa de Apodi, na cidade de mesmo nome, distante 300 quilômetros da capital Natal.  Dona de 15 quilômetros de extensão e dois quilômetros de largura, distribuídos nas terras potiguares indo até o Ceará, a lagoa que faz parte da bacia potiguar é cercada por plantações de carnaúbas, motivo que leva centenas de excursionistas que apreciam o turismo ecológico a visitar o local.

Infelizmente, o lugar que serve de sustento a milhares de famílias, tanto pelo turismo cultural que favorece moradores e comerciantes que frequentam o terminal turístico, como por abastecer alguns municípios de ambos os estados, por ser influente para o equilíbrio ambiental da região, tem sofrido consequências desastrosas, pois muito lixo é jogado nas proximidades e dentro da lagoa.

Diante disso, no último domingo (27), uma grande ação de limpeza foi realizada às margens da lagoa, graças a uma parceria entre clubes de Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), escoteiros, jovens das Igrejas Maçônica e Batista, e bombeiros civis da cidade.

A iniciativa denominada “1ª Ação Ecológica”, mobilizou cerca de 60 voluntários que durante toda a manhã, com luvas para proteger as mãos e sacos para serem preenchidos, recolheram lixo e entulhos em grande quantidade, dos arredores de toda a lagoa.

Para Agápto Tôrres, o lugar já sofre pela falta de chuvas, agora, ainda mais pelo descaso da população e dos proprietários de estabelecimentos comerciais locais, que jogam lixo no meio ambiente. Para ele, a iniciativa dos grupos chegou numa boa hora, principalmente no quesito, prevenção. “É uma ação extremamente necessária porque se a população não for alertada sobre as consequências da poluição da Lagoa de Apodi, daqui a alguns anos nós não teremos mais uma Lagoa, teremos um depósito de lixo. Então, todos precisamos estar envolvidos”, declarou um dos participantes do projeto e líder do Clube de Desbravadores Maranata, da cidade.

15171214_1040428666066020_7844748345806908194_n

Voluntários fixam placas de sinalização – Não jogue lixo! próximo às margens

O Clube de Desbravadores trabalha com crianças na faixa etária entre 10 e 15 anos e um dos ensinamentos é que todos tenham responsabilidade em cuidar da natureza e do patrimônio cultural das cidades ondem vivem, por isso que são capacitados através dos  requisitos das classes e especialidades, a serem agentes sociais e ecológicos.

Ao todo, foram mais de 40 sacos (50 litros cada) de papéis, garrafas pets e outros entulhos retirados da orla da lagoa. E o grupo de voluntários não só tirou o material do local, como afixou placas e cartazes nos postes e cercas, fazendo um apelo à população: Não jogue lixo!

O movimento contou com apoio de crianças, jovens e adultos das entidades participantes, que já se pronunciaram dizendo que o trabalho terá continuidade através da promoção de outras atividades relacionadas. [Equipe ASN, Andréa Figueiró – Colaboração Wbiraci Cabral]

 

 

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox