Notícias Adventistas

Alunos da rede Adventista saem às ruas para conscientizar a população sobre a Zika

22 de fevereiro de 2016

10286839_972350669524415_5667506493097362754_oNo último dia 19, alunos do Colégio Adventista de Feira de Santana (CAFS) saíram às ruas da cidade para conscientizar a população sobre os riscos do Zika Vírus. Eles distribuíram cerca de 500 panfletos informativos e 200 pacotes de sementes da planta Crotalária Juncea, que funciona como uma arma biológica muito útil no combate ao mosquito transmissor do vírus da Zika.

Durante toda a semana os alunos do CAFS estiveram envolvidos em atividades relacionadas ao tema; eles produziram cartazes, folders, vídeos e encenações sobre a Zika, assistiram a aulas e palestras com a assistente social e representante da Secretaria de Endemias e Zoonoses de Feira de Santana, Alyxi Veloso. Segundo o coordenador do colégio, Daniel Júnior, “os alunos se envolveram totalmente no projeto e fizeram coisas importantíssimas envolvendo as famílias”. É o caso do Miguel, aluno do 5º ano, que gravou um vídeo em que entrevista a tia sobre o que fazer em casa pra evitar o mosquito. O vídeo, titulado de Jornal do Miguel, será publicado na página online do colégio.

Sobre a ação dos alunos nas ruas, o professor de Filosofia Sael Dias comenta: “A importância desse projeto é a aproximação da escola com a comunidade, para que os conteúdos trabalhados em sala de aula se tornem ações em prol dos cuidados da sociedade”. A aluna Alanna Évely, do 2º ano do ensino médio, acredita que o projeto trouxe muito aprendizado. “A entrega dos panfletos serve de orientação e a entrega das sementes foi algo muito bom porque a população gostou de estar envolvida diretamente nesse projeto da escola”, ela afirma.

Esta ação do CAFS faz parte de um projeto de toda a Igreja Adventista em oito países da América do Sul, em parceria com o Ministério da Saúde do Governo Federal. No Dia Z, como foi chamado, todos os colégios da rede Adventista no território realizaram ações semelhantes de combate ao vírus.

Zika Vírus

A Zika é um dos grandes focos da mídia e tema de inúmeros debates recentemente devido à grande ocorrência da doença, que já se tornou epidêmica. Ela se caracteriza por febre, coceira, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dor no corpo e nas juntas e manchas vermelhas na pele, e pode trazer maiores riscos à saúde a longo prazo. O vírus é transmitido através da picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor da Dengue e Chikungunya.

A ação mais eficaz de combate à doença é evitar a reprodução do mosquito. O Aedes aegypti se prolifera em locais com água acumulada, por isso é importante que a população não deixe recipientes expostos à chuva e tampe caixas d’agua e piscinas. Recomenda-se também a instalação de telas de proteção em janelas e portas e o uso de repelentes. (informações do portal www.saude.gov.br)

Crotalária Juncea

A crotalária é uma planta leguminosa, conhecida por seu potencial no combate a infestações e pragas. Muito usada na agricultura como adubo de solo, ela atrai as libélulas, insetos predadores de mosquitos, inclusive do Aedes aegypt. Além de acabar com os mosquitos adultos, as larvas da libélula também se alimentam de larvas de mosquito, eliminando o foco da infestação. Se cultivada em casa, a Crotalária pode ser uma grande aliada no combate à Zika, Dengue e Chikungunya.

 

Veja algumas fotos do projeto Dia Z em Feira de Santana:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox