Notícias Adventistas

Liderança

Encontro de anciãos reúne mais de mil líderes em Brasília

Evento motivou participantes e divulgou as frentes de trabalho para 2022


  • Compartilhar:
O encontro foi de capacitação, motivação e inspiração para os líderes. (Foto: Rafael Brondani)

No último domingo, 29, mais de mil anciãos e diretores de grupo participaram do Concílio de Anciãos realizado pela Associação Planalto Central (APlaC). O encontro foi de capacitação, motivação e inspiração para os líderes.

O evento ocorreu na Igreja Adventista da Asa Sul, em Brasília, e contou com a participação de diversos líderes da Igreja Adventista, que abordaram temas, como a fidelidade e o compromisso que o líder deve ter com a Igreja.

O líder dos Adventistas para todo o Planalto Central, pastor Max Schuabb, destaca que o programa também encorajou os participantes a continuarem firmes na pregação do evangelho. “Ainda no mês de janeiro conseguimos colocar no coração deles a decisão de dizer 'Eu Vou' e aceitar o chamado. Isso significa que eles vão liderar o movimento missionário da Igreja Adventista em 2022. Cremos que teremos o melhor ano de nossa história”, salienta, motivado.

Na ocasião, também foram abordados os resultados alcançados pela Igreja no ano de 2021 e o crescimento da denominação na região onde os líderes atuam.

O secretário-executivo da Igreja Adventista para Brasília e Entorno, pastor Jean Abreu, ressalta que o planejamento das atividades para 2022 também foi discutido, com foco em resultados positivos para este ano. “O encontro traçou as diretrizes e bases para que possamos avançar em 2022. Vamos levar o evangelho para todo mundo”, frisa.

Uma das histórias que marcaram a programação foi a de Robson Assis. Durante a pandemia, ele ficou desanimado e largou a liderança da igreja. Porém, o projeto Missão Calebe despertou nele a vontade de continuar firme no propósito de levar outras pessoas a Deus. "A Missão Calebe foi um estopin para que eu voltasse. Ver aqueles meninos trazendo pessoas a Cristo fez com que o Espírito Santo falasse comigo. Comecei a participar, tomar à frente e também trazer pessoas”, conta.

Hoje, Robson atua novamente como ancião adventista em uma igreja de Águas Lindas de Goiás. “Minha filha era de outra denominação, mas com o movimento dos calebes, também foi alcançada. Hoje, eu e minha família estamos empenhados na pregação do evangelho”, afirma, emocionado.

Tayna dos Santos foi uma das jovens que participou do projeto Missão Calebe na igreja de Robson. Ela ficou sabendo da Missão, mas não pretendia participar devido às atividades pessoais. “Cheguei no primeiro dia e vi o povo animado. Então pensei que teria de tomar uma decisão: fazer a minha vontade ou a de Deus”, diz.

Tayna aceitou o chamado e participou ativamente. “Tive um grande crescimento espiritual, o maior da minha vida. Levei pessoas para o batismo. Temos que parar de ficar só no banco da igreja. Temos que viver o evangelho, pois isso nos salva e salva pessoas através das nossas vidas”, conclui.

O líder ministerial da Igreja Adventista para Brasília e Entorno, pastor Carlos Gill, foi um dos organizadores do evento. Ele frisa que a ideia central da programação foi que as pessoas aceitassem o convite de Servir a Deus. "Queremos começar uma jornada de formação de líderes que saibam claramente aonde ir e como ir, e como motivar a Igreja para o comprimento da missão”, finaliza.