Notícias Adventistas

Ted Wilson pede a adventistas que orem pela Igreja no Burundi

Presidente mundial da Igreja Adventista apela por “forte iniciativa de oração” para solucionar problemas que membros no país africano enfrentam em relação à liberdade religiosa.

Por Ted N. C. Wilson 16 de maio de 2019

Em todo o globo, adventistas tem levantado a bandeira em prol da liberdade religiosa (Imagem: Associação Geral – Igreja Adventista do Sétimo Dia)

Estou apelando veementemente aos membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia e a outras pessoas no mundo inteiro para começar uma forte iniciativa de oração mundial em favor de nossos membros e da organização da Igreja no Burundi, um país da África Central que está passando por abuso sistemático da liberdade religiosa pelo governo.

Por mais de seis meses, o governo do Burundi tem perturbado e abusado cada vez mais da Igreja Adventista do Sétimo Dia ao prender, espancar e intimidar líderes e membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

O governo impediu a capacidade da Igreja Adventista de funcionar através de nossa liderança devidamente eleita da União de Burundi, que foi apropriada e legalmente nomeada pela Divisão Africana Centro-Oriental da Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia. É evidente que as maravilhosas atividades do Envolvimento Total de Membros do povo de Deus para ajudar outras pessoas através do método de Cristo de lidar com as pessoas nos aspectos físico, mental, social e espiritual não foram valorizadas pelo governo do Burundi.

Durante esse período, eu apelei pessoalmente ao presidente do Burundi sem resposta do seu gabinete. Agora apelamos a ele e aos seus ministérios do governo para respeitar a lei internacional, os protocolos das Nações Unidas e os preceitos da Organização da União Africana, para honrar a liberdade religiosa e a liberdade de consciência de todos os cidadãos do Burundi e da legítima equipe administrativa adventista do sétimo dia no país.

Na sexta-feira, 10 de maio, o presidente devidamente nomeado da União de Burundi dos Adventistas do Sétimo Dia, pastor Lamec Barishinga, foi preso com o pastor Lambert, presidente de um campo local. Isso é completamente ilegal, antiético, e contra todas as proteções lógicas e internacionais da liberdade religiosa e da liberdade de consciência.

Convoco todos os adventistas do sétimo dia a orar pelos membros de nossa Igreja no Burundi, pela liberdade religiosa nesse país e pela libertação de todos os adventistas do sétimo dia aprisionados. Por favor, orem até que vejamos a poderosa mão de Deus mudar essa situação terrível no Burundi. Eu apelo aos governos de todos os países ao redor do mundo, e especialmente da África, para intercederem junto ao governo do Burundi em favor da liberdade religiosa para o povo do Burundi e especificamente para os adventistas do sétimo dia que estão sofrendo abuso por parte do governo desse país.

Este é o “Quarto Dia” nessa interferência altamente injusta e ilegal da parte do governo do Burundi nas atividades eclesiásticas da Igreja Adventista do Sétimo Dia ao prender nosso presidente da União de Burundi devidamente nomeado. Por favor, orem intensa e incessantemente em todo o mundo pela liberdade religiosa aos membros da Igreja tementes a Deus no Burundi.

Vamos prover atualizações periódicas sobre esse abuso da liberdade religiosa no Burundi e registrar o número de dias da injustiça religiosa até que ela seja corrigida. Por favor, orem e defendam os membros da Igreja que sofreram abuso no Burundi, pois o Deus de todo o universo intervém de acordo com Seu grandioso poder.

A NOSSOS FIÉIS MEMBROS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA NO BURUNDI: Vocês não foram esquecidos. Sua família da igreja mundial, com milhões de membros em todo o mundo, está orando por vocês. Permaneçam fiéis às verdades bíblicas de Deus e à estrutura legítima da Igreja Adventista do Sétimo Dia, nomeada pela Divisão Africana Centro-Oriental, ao vocês reivindicarem as seguintes promessas bíblicas:

“Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares” (Josué 1:9).

“Não os temais, porque o SENHOR, vosso Deus, é o que peleja por vós” (Deuteronômio 3:22).

“O SENHOR é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes” (Deuteronômio 31:8).

“Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR” (Jeremias 1:8).

Encorajem-se com Apocalipse 2:10: “[…] Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida”.

Por favor, saibam que eu, pessoalmente, orei por todos vocês, membros da Igreja, e pelo pastor Lamec Barishinga, nosso legítimo presidente da União de Burundi, pelo pastor Lambert e pelos outros 21 que foram presos. Sejam fortes. Deus está com vocês. Também tenho orado pelo governo do Burundi, para que ele proporcione liberdade religiosa para seus cidadãos e para a Igreja Adventista do Sétimo Dia no Burundi.


Ted N C Wilson, presidente

Igreja Adventista do Sétimo Dia

Silver Spring, Maryland

Estados Unidos da América

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox