Notícias Adventistas

Liberdade religiosa

Encontro reúne pessoas públicas adventistas em São Paulo

A primeira edição do evento reuniu cerca de 60 profissionais influentes da Igreja Adventista.


  • Compartilhar:
A primeira edição do encontro aconteceu na Associação Paulista (AP), em São Paulo.

A primeira edição do encontro aconteceu na Associação Paulista (AP), em São Paulo

São Paulo, SP... [ASN] Cada vez mais a Igreja Adventista tem usado sua influência positiva de ações e pessoas para falar sobre a Bíblia e Jesus. Com esse objetivo, muitas iniciativas foram feitas ao longo do ano, como por exemplo, a realização do I Encontro Brasileiro de Pessoas Públicas Adventistas em Missão. O evento, que aconteceu na sede administrativa da Igreja Adventista para o centro da capital paulista (Associação Paulistana – AP), reuniu cerca de 60 profissionais de diversas áreas no dia 5 de dezembro. Segundo uma das organizadoras do evento, a advogada Damaris Moura, o objetivo de reuni-los para discutir liberdade religiosa foi cumprido. “Sem dúvida, as nossas expectativas foram superadas”, destacou.

Entre os participantes, estavam a advogada Ramayana Meira e o analista jurídico do Tribunal de Justiça da Bahia Tiago Meira, que viajaram mais de 1.500 km. “Conseguimos alterar nossas férias para o mês de dezembro especialmente para contribuirmos”, conta Meira. O casal está envolvido ativamente na área da liberdade religiosa na cidade de Itabuna (BA). “Trabalhamos há muito tempo nesta área. Recentemente, lutamos ao lado de uma estudante de medicina, ganhamos nove mandatos de segurança para que ela conseguisse fazer as provas e se formar”, conta Ramayana.

Um dos palestrantes do evento, o diretor de Liberdade Religiosa da Igreja Adventista na América do Sul, pastor Hélio Carnassale, lembrou de importantes lutas judiciais em prol dos direitos para que as pessoas exerçam sua fé. Além disso, ressaltou a relevância da presença de adventistas em áreas públicas. “A Igreja não é apolítica, mas apartidária. Encontros assim são fundamentais”, concluiu.

Dra. Damaris Moura ao lado do pastor Hélio Carnassale falando para os participantes sobre a importância de usar a influência para pregar.

O pastor Hélio Carnassale destacou a importância da liberdade religiosa para que as pessoas possam falar a respeito de sua fé

Em Itapevi, cidade do interior paulista, uma lei resguarda o direito dos sabatistas para que concursos e processos seletivos não sejam realizados aos sábados. Quem compartilha com todos a conquista é a vereadora Camila Godoi, que acredita que “encontros como estes são importantes para trocar experiências. Eu consigo conversar com outras pessoas que, de repente, instituíram legislações diferentes que eu também posso implantar em meu município, por exemplo”.

Este deve ser apenas o começo das atividades que devem acontecer organizadas pela Associação Mundial de Pessoas Públicas Adventistas (WAPOA). “Temos muito a alcançar, mas já comemoramos as pequenas conquistas”, celebra Damaris Moura. [Equipe ASN, Rúbia Albuquerque]