Notícias Adventistas

Jurídico

Congresso jurídico reforça segurança de órgãos administrativos adventista

Evento foi realizado na escola Adventista de Campinas, e destinado para administradores, professores e gestores


  • Compartilhar:

Com o intuito de manter os processos jurídicos e treinar os colaboradores do setor administrativo e educacional, a Associação Paulista Central (APaC) realizou, nesta terça-feira, o Conjur, um congresso jurídico de treinamento e capacitação para professores, gestores e colaboradores da igreja. O evento foi realizado na escola Adventista de Campinas, e destinado para administradores, professores e gestores de 10 escolas das cidades adventista de Rio Claro, Limeira, Jundiaí, Campinas, Artur Nogueira, Paulínia, Americana e sede administrativa.

O Conjur é um programa realizado anualmente, e aborda temas voltados para as necessidades jurídicas da cultura organizacional. Neste ano, os temas abordados foram voltados para valorização e proteção da criança, educação inclusiva e proteção de dados.

Pela manhã, o programa teve como foco a área educacional e reuniu palestrantes específicos da área como o departamental de educação, o diretor jurídico do Unasp, Dr. Misael Filho. A palestra abordou a educação inclusiva no ensino regular, uma modalidade de educação que inclui alunos com qualquer tipo de deficiência ou transtorno, ou com altas habilidades em escolas de ensino regular. 

Em seguida, a Dra. e advogada do Instituto Adventista de Tecnologia (IATEC), Carlise Bulati, falou da importância da proteção de dados e segurança da informação para os programas, cadastros e softwares  utilizados pela igreja. Esta é uma medida que visa proteger os dados coletados pela igreja de diferentes indivíduos.

Encerrando o momento de palestras, a Dra. Celeste Leite, promotora de justiça e uma das criadoras do anteprojeto de Lei do Estatuto da Vítima,  retomou o assunto da educação, reforçando os direitos e proteção para crianças. Esta é uma medida de suma importância para as escolas adventista. 

De acordo com Cerley Azevedo, advogado geral da APaC, esta foi a terceira edição do Conjur, e para o próximo ano, novas palestras serão elaboradas de acordo com a necessidade dos órgãos administrativos da igreja. "Nosso departamento realiza uma estimativa dos nossos processos jurídicos e avaliamos quais são as nossas deficiências judiciais e processuais e como ajudar os funcionários tanto da APaC, quanto das escolas", comentou.

Facilitando as decisões conflitantes dos processos jurídicos

O advogado geral da União Central Brasileira também esteve no congresso e reforçou a importância do Conjur para os setores administrativos. "Com todos os agentes envolvidos, este treinamento irá evitar com que haja decisões conflitantes, pois estamos tratando de setores diferentes como educação e sedes administrativas". Eder ainda complementa destacando que as soluções jurídicas são muito mais saudáveis e proveitosas para a igreja quando todos estão envolvidos.