Notícias Adventistas

Treinamento atualiza atividades nas tesourarias das igrejas

Novas exigências legais exigem adaptações nos próximos meses

24 de abril de 2018

Por Eduardo Teixeira

Um dos itens mais enfatizados foi a prestação de serviços nas igrejas locais

Neste último fim de semana os tesoureiros das regiões sul e litoral sul assistiram palestras para a atualização das atividades em Pelotas e Rio Grande. Anteriormente, no domingo 15 de abril, a sede da Associação Sul-rio-grandense (ASR) em Porto Alegre recebeu os responsáveis pelas finanças das igrejas de outras cinco localidades geográficas para treinamento.

Já a região da fronteira e o distrito de Bagé receberão o grupo da associação em maio. Assim, todo o território da ASR será contemplado com o treinamento anual para a adaptação das exigências legais no que se refere a prestação de serviço nas congregações que tende a mudar radicalmente a partir de julho. Justamente por isso, os encontros desse ano também envolveram um ancião ou diretor de grupo e mais o pastor distrital.

Maicon Neutegem, assistente de tesouraria de igrejas, diz que a transparência para os membros em torno da área traz segurança e é necessária para o cumprimento dos requisitos legais exigidos pelo governo. “Cumprindo todas as exigências legais podemos continuar a pregar o evangelho segundo a ordem de Cristo. Por isso, é fundamental apoiar e capacitar os tesoureiros, que são voluntários no serviço”, afirma Maicon.

Ao final da capacitação na capital gaúcha, Régis Tesch, responsável financeiro do grupo Ermo em Guaíba, confirmou a explicação dada por Maicon. “É importante levar esse conhecimento e realizar as adequações necessárias para toda a congregação, pois esse é um serviço que atende a todos os irmãos”, comenta Tesch.

Para Márcio Silva, diretor financeiro da ASR, a participação dos irmãos chamou a atenção dos servidores. “Tivemos salas e auditórios lotados em todas as cidades. Isso demonstra um bom envolvimento em torno do cuidado financeiro. Essa participação maciça em 2018 foi relevante porque as mudanças da legislação tributária e a migração para a contabilidade digital demandam mais cuidados. E para dar o devido suporte, a associação concentrará algumas atividades que ajudarão os voluntários das tesourarias em seus serviços técnicos”, explica Silva.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox