Notícias Adventistas

Teólogos adventistas aprovam declaração sobre escatologia bíblica

Documento reafirma o papel da profecia bíblica e suas implicações missiológicas

26 de junho de 2018

Por Biblical Research Institute (Instituto de Pesquisa Bíblica)

Declaração ressalta bases teológicas dos adventistas do sétimo dia (Foto: Adventist Review)

Teólogos adventistas do sétimo dia e administradores de todo o mundo reunidos em Roma, Itália, para a Quarta Conferência Internacional da Bíblia, de 11 a 21 de junho de 2018, votaram uma Declaração de Consenso no encerramento do evento, em 20 de junho.

O tema da conferência foi a escatologia bíblica, ou o estudo dos eventos dos últimos dias de acordo com a Bíblia. O documento votado reafirma a compreensão adventista da profecia bíblica, eventos do tempo do fim e suas implicações missiológicas para a igreja. Abaixo está o texto completo do documento aprovado. Os editores.

DECLARAÇÃO DE CONSENSO
Quarta Conferência Internacional da Bíblia
Roma, Itália
11-21 de junho de 2018

Introdução

A Quarta Conferência Internacional da Bíblia foi realizada em Roma, de 11 a 21 de junho de 2018, com o tema “Escatologia Bíblica”. Quase quatrocentos eruditos, pastores, educadores e líderes de igrejas adventistas, compartilhando um profundo compromisso com as Escrituras e uma cosmovisão bíblica, vindos de todo o mundo para explorar perspectivas bíblicas, teológicas, históricas, éticas, missiológicas e científicas sobre a escatologia. O objetivo da Conferência era afirmar e explorar a escatologia bíblica, promover a comunhão e a unidade, e provocar uma sensação renovada dos tempos em que vivemos, de modo a estarmos mais bem equipados para servir ao Senhor e à Sua igreja. Temos sido enriquecidos espiritual e intelectualmente através do estudo da Bíblia e da adoração, períodos de oração, palestras, discussões e visitas educacionais a importantes locais bíblicos, históricos e arqueológicos.

Como adventistas do sétimo dia, somos impelidos pela convicção pessoal e profunda da proximidade da vinda de Cristo como um evento literal, visível, pessoal e mundial. Estamos bem conscientes dos desafios que estão sendo feitos à abordagem historicista da escatologia bíblica. Esses desafios incluem abordagens preteristas, futuristas e idealistas aos livros de Daniel e Apocalipse, cosmologias científicas que geram ceticismo em direção a uma resolução divina sobrenatural do problema do pecado e da morte, e especulações sobre coisas que não foram reveladas.

Declaração de Afirmação

Comprometidos com os princípios de sola e tota Scriptura, afirmamos que a Igreja Adventista do Sétimo Dia, levantada em cumprimento da profecia bíblica perto do fim da história da Terra, tem uma perspectiva escatológica como parte integrante de sua teologia, mensagem e missão.

Afirmamos que a escatologia tem sua origem no Deus trino. Quando o tempo previsto foi cumprido, Deus Pai enviou Seu Filho Jesus Cristo a fim de nos redimir e adotar como Seus filhos (Gálatas 4:4-5) e avançar Seu plano de salvação, que culminará no glorioso reinado após Sua Parousia.

Afirmamos que Jesus Cristo com Sua vida, morte e ressurreição é o centro de nossa esperança escatológica. Por meio do Espírito Santo, Ele confirma os crentes individuais como filhos e herdeiros de Deus, enquanto aguardam ansiosamente pela libertação final de toda corrupção (Romanos 8:14-25). Por meio do Espírito Santo, Cristo também guia Sua igreja a entender e interpretar corretamente as Escrituras para o cumprimento de sua missão e nos conduz a uma alegre obediência à Sua palavra.

Afirmarmos que a escatologia bíblica representa a resolução histórica e completa de Deus dos problemas causados pela entrada do pecado no universo.

Afirmamos que, na escatologia bíblica, Deus confirma Suas promessas e encoraja Seu povo a viver de maneira significativa à luz do eschaton.

Afirmamos a precisão histórica do relato bíblico da criação, da queda e do dilúvio global como essenciais para uma compreensão adequada da escatologia bíblica.

Afirmamos que os livros apocalípticos de Daniel e Apocalipse são fundamentais para a compreensão da escatologia bíblica e que o método historicista é a abordagem apropriada para interpretá-los.

Afirmamos as mensagens dos três anjos de Apocalipse 14, com suas verdades interconectadas do evangelho eterno, o ministério de Cristo no santuário celestial, os mandamentos de Deus, incluindo o sábado do sétimo dia, e o testemunho de Jesus, o julgamento pré-advento, a segunda vinda de Cristo para ressuscitar e redimir Seu povo da Terra, seguida pelo milênio no céu, o julgamento final sobre o pecado e os pecadores com sua destruição no lago de fogo, que é a segunda morte, e a recriação divina da Terra como o lar eterno de Seu povo.

Afirmamos que somos responsáveis por cuidar da criação de Deus, incluindo nosso corpo como o templo do Espírito Santo, e por refletir o caráter de amor de Deus para todas as pessoas, exortando-os a aceitar esta mensagem final de esperança para um mundo agonizante.

Implicações missiológicas

Todos os membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia devem compartilhar com o mundo esta visão escatológica. Em meio ao aumento do ceticismo em relação a esta esperança e a tentativas fúteis de construir um paraíso na Terra, aceitamos o desafio de proclamar esta escatologia bíblica em nossos variados contextos e nos dedicamos ao trabalho de encontrar abordagens eficazes para enfrentar estes desafios.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox