Notícias Adventistas

Sistema de votos na Assembleia da Associação Geral será eletrônico

Objetivo é agilizar o processo de contagem.

3 de julho de 2015
Sistema-de-votos-na-Assembleia-da-Associacao-Geral-sera-eletronico

Nova ferramenta substitui os cartões que eram usados até a Assembleia anterior, em 2010 (Foto: Leonidas Guedes).

San Antonio, Texas, EUA… [ASN] Para a 60ª edição da Assembleia da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia, o tradicional papel amarelo de votação será substituído por um sistema digital. Essa medida tem como objetivo agilizar o processo para que os delegados possam acompanhar até mesmo a estatística do voto no mesmo instante. Segundo o secretário-geral da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, pastor Magdiel Pérez, um sistema parecido foi utilizado com êxito pela sede na Comissão Diretiva da América do Sul em maio deste ano.

Leia também:

“É um sistema completo porque agiliza a votação, é possível saber quantos votaram e ninguém se sente pressionado pelo grupo para votar algo específico, já que é só o delegado e o aparelho que sabem no que ele votou”, garante Pérez. Ele lembra que no passado, quando a votação empatava aparentemente, uma equipe era designada para contar os votos por fileira, algo demorado e ultrapassado para tempos tecnológicos.

O secretário explica que o sistema adotado na Assembleia da Associação Geral é de uma companhia que faz trabalhos para o governo e os profissionais garantem que não tem interesse em manipular os dados. Inclusive ficam em uma sala isolada em que os líderes e membros da Igreja não tem acesso. “Aqueles que estão preocupados com a manipulação dos resultados podem ficar tranquilos porque que o sistema é ágil e executado por profissionais imparciais”, completa.

Agilidade e sigilo

Sistema-de-votos-na-Assembleia-da-Associacao-Geral-sera-eletronico2

Diante dos diversos temas que serão votados, comissões ganharão tempo com a rapidez e praticidade do sistema (Foto: Leonidas Guedes).

O secretário da Igreja Adventista para o Estado de São Paulo, pastor Emanuel Guimarães, também compartilha da mesma opinião e acrescenta que é importante que a Igreja se adapte a essa nova tecnologia que mantém os votos em sigilo, preservando a identidade da pessoa de maneira que ela não se sinta constrangida em dar sua opinião.

Logo pela manhã do dia 2, primeiro dia de reuniões, o sistema digital foi usado, porém alguns imprevistos técnicos com a rede dificultaram que os votos iniciais pudessem ser concretizados com a nova ferramenta. Assim, a votação de papel foi novamente usada. Durante a tarde o sistema também foi usado mesmo que em forma de teste.

Ele funciona de maneira simples: são alguns segundos para os delegados votarem no número 1 para sim e 2 para não. Quem tem o poder de voto são os chamados delegados, representantes e líderes da Igreja Adventistas em vários países. Cada região vota um número proporcional de representantes para participar da reunião que decidirá questões relacionadas à administração da Igreja para os próximos cinco anos. Segundo o vice-presidente da Igreja Adventista mundial, pastor Lowell Cooper, em média cada delegado representa cerca de sete mil membros. [Equipe ASN, Suellen Timm]

Veja, no vídeo abaixo, um pouco mais sobre o funcionamento da Assembleia.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox