Notícias Adventistas

Nota de falecimento

Geraldo Bernardino de Almeida faleceu aos 82 anos, deixando um grande legado de fé. A Igreja Adventista do Sétimo Dia no leste de Minas Gerais, presta seus mais sinceros sentimentos à família Bernardino e o desejo do breve retorno de Jesus a esta Terra.

22 de março de 2016
6fcede5a-9ea9-4ce1-ad99-9f9f51be1ae5

Geraldo e sua esposa, Zilda

Informamos que no último dia 19, Geraldo Bernardino Almeida, veio a falecer, aos 82 anos.  Deixou sua esposa Zilda, seus filhos: Madalena, Ricardo, Débora, Maria Cecília, Denice, Dalberson, Delma e Everaldo, genros e noras, 16 netos e 5 bisnetos.
Geraldo Bernardino nasceu em 22 de junho de 1933. Em 21 de outubro de 1967 tomou a decisão de se batizar, tornando-se um membro Adventista do Sétimo Dia. Desde então, dedicou sua vida para a pregação do evangelho, sendo o fundador da Igreja Central na cidade de Ipanema, a qual possui o seu nome gravado na sala pastoral.

“Ele foi um grande homem de Deus que dava a vida pela igreja e, quando ainda não havia este prédio, adquiriu o terreno e começou a construção do local que hoje é nosso templo. Já foi um ancião e líder, administrador de todos os trabalhos que eram realizados aqui dentro. Era dedicado e ensinava a palavra de Deus através de estudos bíblicos, visitas e aconselhamentos. Homem sábio que colocava sempre Deus à frente de suas decisões. Criou sua família na igreja, sendo um de seus filhos, o querido pastor Ricardo Bernardino. Sua esposa declara-o excelente esposo, pai e avô. A saudade fica, mas só até o dia em que este homem fiel, íntegro, amoroso e sábio reviverá para ver seu maior sonho se realizando: A volta de Jesus.”

Igreja Adventista Central de Ipanema

aa0525c2-fcc9-49ec-8ad8-a19f4d41eca2

Geraldo Bernardino Almeida, faleceu aos 82 anos, deixando esposa, filhos, netos e bisnetos.

A Associação Mineira Leste expressa aqui os mais sinceros sentimentos à família Bernardino e o desejo da breve volta de Jesus. ” Quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória.”( l cor, 15:54). [Equipe ASN, Jenny Vieira, com informações de Anna Dias e pastor Glauber Chrystian S. Almeida].

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox