Notícias Adventistas

Do Norte de Minas para Um Ano em Missão no RJ

Bianca Ribeiro garante que participar do projeto Um Ano em Missão é uma forma de gratidão a Deus

5 de fevereiro de 2015
Bianca Ribeiro:Aceitar o chamado para Um Ano em Missão representa minha gratidão a Deus pela cura da doença que tanto me fez sofrer

Bianca Ribeiro:Aceitar o chamado para Um Ano em Missão representa minha gratidão a Deus pela cura da doença que tanto me fez sofrer

Montes Claros, MG… [ASN] Bianca Ribeiro, tem 20, uma jovem dedicada à igreja Adventista Central da cidade de Brasília de Minas, Norte de Minas Gerais. Solteira, tem mais dois irmãos, os pais José Lucrécio e Odília Ferreira Silva também são fiéis Adventistas. Bianca se diferencia de muitos jovens da sua idade.

Tudo começou aos 09 anos de idade, onde foi diagnosticada com uma grave doença na visão denominada ceratocone. Esta é uma doença da córnea, que acomete o adolescente ou adulto jovem e se caracteriza por um afinamento e deformação progressiva desta membrana, levando ao aparecimento de miopia e elevado grau de astigmatismo.

A jovem conta que chegou a ter “18 graus em um olho e 20 em outro”, uma clara evidência dos transtornos e dificuldades pelo fato de não ter uma visão perfeita.

“Cheguei a ficar cega praticamente 3 meses no ano de 2013, isso com 17 anos de idade. Não sabia discernir um alimento do outro, para frequentar a igreja só com os meus pais com a ajuda de amigos, enfim, sofria demais com este problema em virtude também das lentes de contato que causava problemas como dores de cabeça”, recorda- se Bianca.

Bianca durante quatro anos se tratou com especialista na área da oftalmologia. Passou a usar lentes de contato e já aos 17 anos, fez transplante de córneas, segundo ela isso foi possível pelas orações de madrugada, dos fiéis da igreja Adventista do 7º Dia da sua cidade.

Ela explica que o primeiro transplante foi realizado em 2012 e o segundo em 2013.

“O oftalmologista foi claro em me afirmar que mesmo com lentes de contato as minhas chances de ter deficiências na visão eram consideráveis,” relata a jovem.

Bianca não se hesita em afirmar e de forma categórica que é um milagre de Deus. “ Sou uma resposta às orações de muitas pessoas, pois eu estava praticamente cega e sem perspectivas de mesmo com o transplante de córneas ter uma visão normal. Feito o transplante, o especialista foi claro em me dizer que poderia ter até 5 graus, e hoje, para minha alegria Deus operou mais um milagre, pois tenho apenas 1 grau. Este fato surpreendeu até mesmo ele, declarou Bianca Ribeiro.

Dedicada a Deus

Até que no mês de outubro do ano passado, a jovem Bianca recebe um telefonema do pastor Forlan de Oliveira, então líder do Ministério Jovem da sede Administrativa da Igreja Adventista do 7º Dia para o Norte e Noroeste de Minas Gerais.

“O convite era participar do projeto Um Ano em Missão no Rio de Janeiro. Eu disse a ele que estaria orando por este projeto, e conversaria com os meus pais. Foi quando para minha grata surpresa minha mãe disse que, com a minha doença, ela fez um plano com Deus, que se ele me curasse, me dedicaria a pregação do evangelho, a sua missão. Depois me recorri a Bíblia e me deparei com Josué 1: 09- Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. Lembrando que o pastor Forlan, tinha feito convite para um outro jovem, que não aceitou e me indicou, tenho certeza de que ele foi usado por Deus”, afirma.  O projeto Um Ano em Missão tem como objetivo incentivar e apoiar jovens adventistas a dedicarem um ano de serviço integral a Deus.

O projeto tem a visão de que este é apenas o despertar para uma vida toda em missão não importando a profissão ou área de atuação dos participantes.

Convite aceito, Bianca despediu na manhã de hoje, dos seus pais na cidade de Brasília de Minas que tem pouco mais de 30 mil habitantes e partiu rumo a uma das maiores cidades do Brasil, conhecida mundialmente pelas belezas naturais. E Bianca quer nesta cidade que outras pessoas possam conhecer sua história de superação.

“Tenho um sonho que é me formar em enfermagem. Mas por tudo que aconteceu em minha vida, deixei de lado este meu sonho, para sonhar os sonhos de Deus que é levar a mensagem de esperança para as pessoas”, preconizou.

Bianca conta que o resultado dos dois transplantes a que foi submetida, ficou com 32 pontos nos olhos, imperceptíveis, uma vez que ficaram localizados em uma região bem sensível. Salienta que ainda restam sete pontos, que brevemente serão retirados.

“Aceitar o chamado para Um Ano em Missão representa minha gratidão a Deus pela cura da doença que tanto me fez sofrer. Agora é trabalhar na Missão para qual Deus me chamou”, finalizou Bianca.

 [Equipe ASN, Samuel Nunes ]  

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox