Notícias Adventistas

Jovens distribuem cobertores e marmitas para pessoas necessitadas do DF

Comida quente e cobertores aqueceram a noite de sábado de pessoas necessitadas em Brasília.

Por Rafael Brondani 17 de junho de 2020

Mais de 50 voluntários membros da igreja Adventista do Sétimo Dia e o Ministério dos motociclistas adventistas (AMM), doaram 375 cobertores e 385 marmitas a pessoas em situação de rua no último sábado, 13. A ação ocorreu próximo ao Shopping de Taguatinga, uma região administrativa de Brasília, no viaduto de Samambaia e no centro de Ceilândia.

Para a organizadora do evento, Késia Dantas, a iniciativa foi gratificante. “O isolamento social é uma responsabilidade de todos nesses dias de pandemia, mas não podemos nos isolar das diferentes crises que nos cercam. Levar alento, amor, esperança, acolher o outro em sua necessidade mais básica… Tudo isso foi como dar e receber o cuidado do próprio Criador”, destaca.

De acordo com o pastor da Igreja Adventista de Vicente Pires, Richard Longo, o grupo promove ações sociais desde o início da pandemia, como a distribuição de cestas básicas, de máscaras e do livro missionário A Maior Esperança, kits infantis com suco, bolo, maçã e livro missionário versão infantil, entre outras iniciativas. “Ver a juventude envolvida no real motivo da Igreja existir, que é apresentar o amor de Deus às pessoas, não tem preço”, destaca o pastor.

A diretora local da Ação Solidária Adventista (ASA), Patrícia Castilho, afirma que quando o grupo realiza as ações, entrega muito mais que comida e roupas. “O principal é o amor de Cristo que as pessoas beneficiadas podem ver em cada um de nós. Estamos fazendo o que Cristo nos mandou”, relata a diretora, que acrescenta. Segundo ela, seu tempo livre é dedicado para ajudar ao próximo.

A jovem Rafaela Sousa participou da ação e conta que foi surpreendente ver o movimento de voluntários dispostos a servirem os necessitados na madrugada fria de sábado. “Em um momento de cuidado pessoal vimos a Igreja cuidando também da sociedade”, diz.

Já as pessoas beneficiadas esboçaram sorrisos e palavras de gratidão ao receberem a doação. “Quando a ação foi projetada, a ideia inicial era levar livros, alimentos e cobertores para aquecer cada pessoa que encontrássemos, mas os livros impactantes contendo histórias da vida real foram o que nossos olhos leram nessa ação. Eles (os beneficiados) nos nutriram com sentimentos e reflexões, e o coração mais aquecido foi o meu e de todos os voluntários que participaram”, conclui a organizadora Késia Dantas.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox