Notícias Adventistas

Igreja Adventista do barro Jardim das Palmeiras, em Foz do Iguaçu, é inaugurada

Celebração presencial ocorreu no sábado (12).

Por Willian Vieira 16 de junho de 2021

No sábado (12), adventistas de Foz do Iguaçu celebraram a inauguração da igreja do bairro Jardim das Palmeiras, pertencente ao distrito de Rozy Magalhães. A parte final dos ajustes e modernização do prédio teve etapa concluída por meio de uma parceria entre a igreja e o projeto intitulado Geração AOP+, que consiste na participação voluntária de colaboradores do escritório da Igreja no oeste do Paraná junto aos fieis, atuando juntos na pintura, acabamento e limpeza dos prédios.

Histórico da igreja do Jardim das Palmeiras

Em 2006, haviam apenas dois distritos em todo o município de Foz do Iguaçu (enquanto atualmente já existem cinco). Naquele ano, o pastor Izaías Rodrigues propôs a adventistas que moravam no bairro para compor a grupo inicial da igreja que viria a ser construída. Inicialmente, houve certa resistência na região em relação as estratégias evangelísticas, o que não trouxe tantos resultados expressivos nos primeiros passos.

Mesmo assim, a partir de 2007, o grupo passou a se reunir em um salão alugado e, ao longo do tempo, o número de cristãos foi aumentando. Em certo ponto, as crianças também passaram a desempenhar papéis importantes na organização e prática de cultos, sermões e momentos de louvor.

Enquanto isso ocorria, os esforços além das quatro paredes, em torno da ministração de estudos bíblicos aos amigos e vizinhos continuavam. Pelo menos mais 8 pessoas escolheram fazer parte da igreja naquele ano, manifestando a escolha de ter Cristo como prioridade por meio do batismo. O aumento do número de pessoas fez com que houvesse a mudança para outro local, mas logo que isso ocorreu, os fieis foram surpreendidos com a informação de que o espaço recém utilizado havia sido vendido por seus proprietários.

Sem um local fixo para frequentar, a disposição em fazer dar certo os planos de fortalecimento e plantação da igreja resgatou a forte cultura dos cultos nas casas, beneficiando não apenas a comunhão dos fieis, mas também o relacionamento entre si.

Foi então que surgiu a oportunidade da compra de um terreno após um dos fieis oferecer um lote com valor acessível. Por um erro de comunicação, o local não foi devidamente identificado, fazendo com que os fieis começassem as obras no terreno do vizinho. Mesmo assim, as negociações entre os envolvidos não tiveram complicações e, após “desmanchar” a obra iniciada, os alicerces da nova estrutura foram lançados.

Ao longo do processo, diversos outros pastores contribuíram com o avanço da construção da igreja, como por exemplo, Agenor Simões, Lucas Araújo, Márcio Melo, Jorge Duarte, Sérgio Belchol e, na atualidade, o pastor Ely Borges.

No ano de 2020, a concretização do sonho foi alcançada a partir de uma nova arrancada, fruto de apoio direto da sede adventista para o oeste do Paraná – tanto com recursos, quanto por meio do projeto AOP+.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox